Archive for novembro, 2012

O mata-leão vegano

Como muita gente sabe o blogueiro foi campeão paraense de Judô.

Mas, suou frio ao enfrentar a melhor aluna de karatê do Projeto Mais Educação na escola onde leciona.

A menina iniciou a luta colocando o blogueiro na defensiva.

Aplicou um oi zuki e um age zuki.

O blogueiro acusou os golpes.

Mas reagiu aplicando na sua oponente o Yuko (quando você derruba seu oponente na lateral do corpo dele) e um Wazari quase perfeito.

Mas a garota não desistiu.

Então, ele não teve alternativa a não ser aplicar o seu famoso e mais poderoso golpe: o mata-leão vegano.

Ele consiste em impulsionar o corpo de seu adversário, girando-o em 360 graus.

Em seguida é só aplicar uma poderosa chave de braço.

Tudo igualzinho ao que fazia o célebre professor de física do interessante filme “Warrior”.

Veja o golpe captado pelo celular de um dos nossos alunos:

mata_leao

novembro 30, 2012 at 2:25 pm Deixe um comentário

A escola e o silêncio

Enquanto a lua passava na frente de Júpiter e o planeta desaparecia gradativamente, o blogueiro pensava:

é o tal calendário Maia está correto. O mundo vai acabar mesmo no dia 21 de dezembro de 2012”.

Chamou seu fiel amigo notebook e resolveu ditar uma carta para os sobreviventes da catástrofe que se aproxima.

Nela expõe o que pensa sobre a escola em que trabalha e o que considera as razões do seu fracasso.

Seu fiel companheiro não titubeou e pouco menos demonstrou preocupação se o blogueiro iria contrariar muitos de seus colegas de trabalho ou os assíduos leitores(as) de seu diário.

Afinal, o mundo vai acabar mesmo e pouco importa a reação alheia.

A Educação está em crise?

Está é uma pergunta que me coloco todos os dias quando vou trabalhar na Escola Aldebaro Klautau.

Penso o que ocorreu com aquela unidade de ensino?

Como explicar que uma escola – que já foi referência de organização e de ensino de boa qualidade – tenha chegado ao fundo do poço?

É o governo culpado pela situação?

Os baixos salários dos professores(as) seria a explicação lógica para tal descaso e pela produção cotidiana do fracasso escolar?

Seriam nossos alunos indiferentes a uma instituição que passa distante de seus sonhos e de sua maneira de lidar com as novas tecnologias e com a vida?

A escola estaria ultrapassada?

Morreu inerte diante de seres humanos que se movimentam neste novo mundo tão repletos de aparatos, os quais cultuam semelhante a um Deus?

Creio que a escola poderia ser diferente. Mesmo com todas as limitações estruturais que vivenciamos.

Bastaria que ali brotasse uma gestão democrática e eficiente.

Se houvesse a disciplina que todo projeto coletivo requer.

Se a comunidade escolar gestasse um bom projeto pedagógico e por ele se apaixonasse.

Se existisse um ambiente de aprendizagem, onde todos nós professores, professoras, alunos, alunas, pais e mães nos sentíssemos felizes.

Um ambiente, onde a indiferença e o fatalismo não nos condenassem a mediocridade.

As manifestações de descrença a qualquer possibilidade de criar o novo não fosse preponderante.

As relações interpessoais não tivessem tão desgastadas e nós ainda nos interessássemos pelos outros.

Se naquele chão as pessoas não fingissem que tudo estar bem.

Se tudo de ruim que presenciamos não fosse utilizado como argumento para tornar a nossa escola muito pior.

Se o descaso com o ensino não multiplicasse a passividade e alimentasse o fogo do descompromisso.

Se os homens e as mulheres não aceitassem o óbvio.

Se abandono, a falta de amor, não parecesse natural,

Se naturalmente não aprendêssemos a palavra silêncio.

O silêncio que silencia o amor e que nos torna cego por uma opção pessoal e absolutamente cretina.

O silêncio que castra qualquer possibilidade de reinventar o mundo e nos impede de acreditar na educação porque todos parecem não acreditar mais nela.

O silêncio mata covardemente a esperança.

Assim todos nós, exceto os que já sucumbiram, morremos a cada dia!

Imagem: Google

novembro 30, 2012 at 2:37 am 2 comentários

Meu poste é outro, em 2014

Humberto Lopes

Mestre em Ciência Política

O poster tem dois pré-candidatos a governador pelo PT em 2014. O primeiro é o ex-deputado federal Paulo Rocha. O segundo, o Ministro da Saúde Alexandre Padilha.

Ambos têm ótimas qualidades, mas acredito que eles devem cumprir outras tarefas. Paulo deve preservar-se dos ataques que virá a sofrer, por conta do processo judicial desgastante pelo qual passou este ano. Já Padilha parece o quadro talhado para assumir a Presidência da República em 1º de janeiro de 2019.

Analisei o histórico dos postes indicados por Lula. São as seguintes as características desejáveis:

01 – Ter relação com a comunidade ao qual se candidata;

02 – Ser jovem, ter entre quarenta e cinquenta anos;

03 – Ter histórico de serviço prestado ao executivo e

04 – Ser da confiança de Lula e Dilma.

Entre os técnicos que por aqui passaram, quem melhor preenche essas características é o Presidente do INCRA, o economista Carlos Guedes de Guedes. Senão vejamos:

a) Guedes foi por vários anos Delegado do Ministério do Desenvolvimento Agrário no Pará, e foi Secretário de Planejamento do Governo de Ana Júlia de janeiro a junho de 2007;

b) Com 44 anos, está numa idade e com o pique ideal para enfrentar uma campanha difícil como a paraense;

c) Idem item a)

d) Guedes foi estagiário de Dilma Rousseff quando ela era Secretária de Energia no Rio Grande do Sul, tendo então criado laços de amizade com o hoje Presidenta do Brasil.

Assim, Guedes cumpriria outra tarefa: a de unificar o Partido. Hoje o único setor que é contra a tese do poste e levanta a bandeira das prévias é o Setorial Agrário da DS, corrente de Carlos Guedes.

Por sinal, o Setorial Agrário foi invenção de Guedes de Guedes. Apenas o pai pode apascentar o coração de um filho.

Imagem: Google

_____________________________________________________

Nota do blogueiro:

Meu candidato é Paulo Rocha, mas Guedes de Guedes começa bem sua campanha.

Hoje mesmo estarei na Câmara Municipal, prestigiando a outorga da título de Cidadão de Belém ao presidente do INCRA, honraria proposta pela Professora Milene e aceita à unanimidade pela Casa.

Depois, rodizio na Rodeio.

Para os assassinos de animais churrasco e para mim salada vegana, please.

novembro 29, 2012 at 7:26 am 2 comentários

A sucessão na ALEPA, o queijo camembert e a ratoeira tucana

PMDB e PT formalizaram um bloco para disputar a presidência da Assembleia Legislativa (AL). Após a sessão ordinária da casa ontem, os deputados das duas bancadas se reuniram e, em seguida, o PT anunciou que decidiu abrir mão da candidatura do deputado Airton Faleiro para apoiar a candidatura de Martinho Carmona (PMDB). Faleiro deverá compor a chapa como candidato a primeiro-secretário”. Fonte Pravda Desbotado.

O blogueiro já tinha conhecimento da articulação em curso.

Sabe que o PMDB poderá indicar o vice na chapa de Paulo Rocha, em 2014.

Ainda bem que não se vota em vice na urna eletrônica.

O dono do blogue que apoia Paulo tem dificuldade de engolir essa turma do PMDB.

É um bando de arrivista, gente que não refresca o erário e coloca em primeiro lugar os interesses dos seus próprios bolsos.

E o deputado blogueiro Parsifal?

Achou de elogiar no Pravda a atitude da bancada do PT na ALEPA.

Elogiou o PT justamente por aquilo que ela tem de ruim: sua passividade em relação ao governo Jatene.

Ah! Aqui na horta caseira de Maria Cavalcante nada brotou.

Acontece que apareceu uma catita vegana que toda noite se dedica a comer as sementes de pimentão, tomate, cebolinha e couve.

O Professor Edson Junior, desesperado propôs até colocar uma ratoeira para liquidar a menina.

O blogueiro foi contra. Lembrou que ratos são deuses na cultura Hindu. Existe até um templo sagrado dedicado as catitas na Índia.

Então, para que recorrer a métodos violentos?

Jatene, ao contrário da turma da horta caseira, sabe muito bem colocar a isca certa para pegar os ratões que habitam a ALEPA.

Esqueceram que ele pescador?

Daqui para final da corrida sucessória boa parte do PMDB caíra na ratoeira.

É que o camembert tucano tem cheiro e sabor irresistível!

E o Parsifal acredita que seus pares agirão semelhante a catita vegana da horta caseira da Maria? Veja:

Vamos ver!!!!!!!

Imagem: Google

novembro 28, 2012 at 12:36 pm Deixe um comentário

O Papa e a biografia não autorizada de Jesus

Por Waldir Lisboa da Conceição

Papa acaba com os animais do presépio.

Bento XVI escreve biografia de Jesus Cristo que exclui animais da cena bíblica.

Personagens garantidos nos presépios de Natal, as mulas e os bois podem ficar sem emprego este ano. Ao abordar o nascimento de Cristo no último livro de sua trilogia Jesus de Nazaré, o papa Bento XVI cita o evangelho de Mateus segundo o qual não havia animais no local.

O papa relata que Maria teria dado à luz em Belém e a estrela guia, seguida pelos três reis magos seria, na verdade, uma super-nova. Suas considerações sobre os primeiros anos da vida do filho de Deus foram abordadas no livro A Infância de Jesus, lançado ontem no Vaticano, e consideradas pelo pontífice a “verdadeira história”. Já comercializado em 50 países, a versão brasileira deve chegar às lojas este mês.

Traduzido para oito línguas e com uma tiragem inicial de 1 milhão de exemplares, a obra sustenta a versão de Mateus como a histórica em contraponto ao evangelho de Lucas, que diz que o local de nascimento foi em um presépio, com animais, em Nazaré. “Se nos tivermos às fontes, fica claro que Jesus nasceu em Belém e cresceu em Nazaré”, escreve o papa. Segundo o pontífice, apesar de ser em um presépio, não há relatos sobre animais no local no texto bíblico.

Os dois capítulos da narrativa da infância em Mateus não são uma meditação expressa sob a forma de histórias, mas pelo contrário. Mateus narra-nos a verdadeira história, que foi meditada e interpretada teologicamente.” Fonte: Diário de Pernambuco.

Passando pela casa do blogueiro mais conceituado da rede virtual, fui convidado por ele a adaptar um presépio na versão canina pois é um defensor dos animais.

Então, entre uma ideia e outra fui consultar a internet para tomar conhecimento se já havia um modelo de presépio onde todos os personagens fossem outros animais que não o Homem. Encontrei um de felinos e, para minha surpresa, encontrei esse texto que foi publicado pelo Papa Bento XVI, e vejam só! O papa retirou os animais já conhecidos por todos os cristãos desde que São Francisco criou o presépio na configuração que todos conhecemos.

Enquanto lia o texto ao blogueiro, ouvimos um brado de profunda revolta vindo da cozinha. Dona Selma indignada, bradou:

– Eu já não gostava desse papa, agora mesmo é que não gosto!

E arrematou:

– Ele é contra o uso de camisinhas, contra o aborto, contra as pesquisas com células-tronco, contra os homossexuais e etc. Só não é contra os padres pedófilos. Deve ser por atitudes assim, que as igrejas evangélicas crescem a cada dia.

Égua!! São Francisco de Assis não deve ter gostado nada desta presepada.

Imagem: Google

novembro 28, 2012 at 7:33 am Deixe um comentário

Darwin’s Garden

Maria resolveu fazer uma horta caseira.

Meu amigo Edson Junior, que também participou da empreitada, me ligou cedinho e indagou:

– Já brotou alguma vida nas garrafas pet?

Respondi:

-Calma, professor!!

E continuei:

-Nem Deus fez o mundo e tudo que existe em um dia. Ele precisou de seis e de mais um pra vadiar pela terra e curtir o merecido descanso. Como o senhor ousa querer vida em apenas 24 horas?

O projeto desenvolvido em minha casa me lembrou o célebre Jardim do Darwin, onde ele teria desenvolvido suas experiências e obervações.

Foi observando a vida no Jardim que ele elaboraria a Teoria da Evolução, da qual o blogueiro é um fervoroso defensor.

Aliás, não sei porque continuam permitindo o ensino religioso em nossas escolas.

Os professores(as) insistem em tentar inculcar nos meninos(as) a ideia que Deus teria criado tudo que existe de forma acabada e exatamente como é hoje.

Credo! Esse povo pensa que Deus é burro, um idiota que não entende de ciências e das leis da física.

Voltando a Darwin, a partir de suas observações seria elaborada a teoria evolucionista.

Darwin percebera que somente os mais fortes, os mais hábeis e os mais adaptáveis sobrevivem e seus descendentes herdam essas características.

Égua! Eu também partir de hoje vou observar a evolução do Jardim cultivado por Maria no quintal de minha residência.

Quem sabe assim entenda como um garoto blogueiro, fraquinho, pouco hábil e nada adaptável conseguiu sobreviver neste mundo cruel?

Enquanto fico viajando em minhas divagações a Professora Maria continuará brincando de Deusa.

Veja a foto do primeiro dia da criação.

A vida vencerá e encontrará, mais uma vez, o seu caminho?

Quem vai sobreviver? Quem vai morrer e quem virará uma deliciosa salada vegana a ser devorada pelo blogueiro?

Foto: Arquivo pessoal

novembro 27, 2012 at 1:41 am 4 comentários

De volta para o passado

 Extraído da Coluna de Carlos Augusto no Diário do Pará

 “Fato verídico que estamos sentindo na pele. Marcar uma consulta pelo IASEP é um exercício de paciência, pois ficamos esperando meses para sermos atendidos! Algumas especialidades não conseguimos mesmo, pois os profissionais estão se desligando do plano e com isso, quem é penalizado é o usuário que tem a mensalidade já descontada em folha!”

Comentário da fecebookiana Sandy Gouveia Firmino

Imagem: Facebook

novembro 26, 2012 at 11:07 am 1 comentário

Posts antigos


novembro 2012
S T Q Q S S D
« out   dez »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

Meu twitter

Contador do Diário

  • 302,700