Archive for maio, 2011

Sobre o PCCR

Recomendo a leitura da excelente análise de Marcelo Carvalho:

O Governo do PSDB informa que não pode descumprir a constituição! Tudo bem é um argumento técnico!

Entretanto, porque agir com dois pesos e duas medidas, porque observar a constitucionalidade apenas quando esta é favorável?

Refiro-me ao Piso Salarial dos Professores, lei que foi aprovada pelos três poderes da República. O Executivo elaborou o projeto, o Legislativo o aprovou, transformou em lei e o Judiciário confirmou sua constitucionalidade e decretou que Estados e Municípios cumpram imediatamente o que determina a Lei do Piso.

 Leia na íntegra Aqui

maio 31, 2011 at 8:19 pm 1 comentário

Na ponta dos pés

O blogueiro- que conhece muito bem a política educacional do PSBD para educação, sempre afirmou neste blogue que o desgoverno Jatene não implementaria o PCCR da educação, como fora sancionado pelo governo petista.

A evolução dos acontecimentos mostraram que ele tinha toda razão.

Enquanto parte da direção do SINTEPP se prestava a atuar como coadjuvante de Nilson Pinto e reforçar a política de criação de factoides tucanos, mostrando-se dócil parceira do desgoverno de Jatene, o atual Secretário, que é um político experiente e astuto, preparava a reação amarela e o desmonte do PCCR.

Primeiro Nilson Pinto pediu tempo ao SINTEPP e declarou que não entendia porque o PCCR ainda havia sido implantado. A direção do SINTEPP engoliu a isca!

Depois impôs ao grupo majoritário que dirige o sindicato uma revisão jurídica do PCCR, que possibilitou que se rasgasse as principais conquistas da categoria consagrada no plano tão sonhado pelos trabalhadores(as) da educação.

Agora Nilson Pinto, que de bobo só tem o semblante, declara no jornal dos camaradas Maiorana que quem estar impondo dificuldades a implantação do PCCR é a oposição sindical e deixa, propositalmente, transparecer aos trabalhadores(as) que mantem amistosas e mui amiga relação com o grupo que dirige o SINTEPP.

Check mate!!!

O Problema é que o Secretário de Educação percebeu bem cedo que esta velha máxima de Lao Tse cabe como uma luva ao grupo majoritário que dirige o SINTEPP:

Quem fica na ponta dos pés, tem pouca firmeza”.

Leia a matéria do O Liberal ( PccrOliberal)

Imagem: Google

maio 31, 2011 at 1:15 pm 2 comentários

Tempo de quadrilha

O blogueiro foi até a Escola Helena Guilhon consertar umas carteiras.

 Ele aprendeu com o tempo que para um pedido de Maria não se diz não.

Enquanto ele consertava as carteiras escutou uma linda música que ele adora sendo tocada na quadra da escola.

 Os meninos(as) ensaiavam quadrilha e a música tocava em um ritmo alucinante.

 Escutou cem vezes ou mais aquela canção.

 Ouviria milhares de vezes se o tempo e os afazeres lhe permitissem.

_ Que lindo, pensou o blogueiro!!!

 Foi então que se lembrou quando residia no bairro do Jurunas e passava o mês de abril, maio e junho estocando madeira para fazer a maior fogueira do bairro.

 Lembrou-se do noticiário do dia nos jornais, televisão e blogues.

Lembrou-se do comentário da pedagoga Keila na caixa de comentários, da notinha do repórter 70, da passeata do dia 28 e das prosas dos seus vizinhos.

Do sol que nasceu mais belo.

 Do lindo amanhecer embalado pela sinfonia dos cantos dos pássaros no quintal.

 Eles cantavam o Lindo Lago do Amor

_Pensou com as carteiras universitárias: Junho chegou mais cedo: “é tempo de quadrilha”.

 Veja o vídeo Aqui

maio 31, 2011 at 1:55 am Deixe um comentário

Violência nas escolas

O blogueiro tem razão.

A maré, decididamente, não está pra professores(as) na rede estadual de ensino.

 Veja o vídeo.

maio 30, 2011 at 11:21 pm 1 comentário

Pra frente é que se anda…

O rompimento com Jader foi importante em Ananindeua, mas precisa ser estendido para todos os municípios do estado do Pará.

Na política às vezes é melhor caminhar sozinho do que andar em más companhias.

Imagem: Google

Saiba Mais

maio 30, 2011 at 6:26 pm Deixe um comentário

Frase do dia

Na crise da ALEPA o sujo fala do mal lavado.

Seriam dois fichas sujas brigando na latrina?

Leia a nota do combativo Repórter 70:

Assista a lavagem de roupa amarela e azul aqui

maio 30, 2011 at 3:30 pm 1 comentário

E preciso saber viver…

Toda pedra no caminho

Você pode retirar

Numa flor que tem espinhos

Você pode se arranhar

Se o bem e o mau existem

Você pode escolher

É preciso saber viver…

O blogueiro participou no sábado, dia 28, da festa de aniversário da Escola Teodora Bentes, localizada no distrito de Icoaraci.

Ficou feliz pela homenagem recebida.

Ele foi incluído entre os homenageados pela comunidade escolar por ter contribuído para que a tão sonhada reforma da escola se tornasse realidade.

Viu a felicidade da comunidade e ficou feliz em constatar que a Escola Teodora Bentes é linda em seu aspecto físico e bela no seu aspecto humano.

A Escola possui uma excelente equipe de professores(as), funcionários(as), e uma direção e equipe técnica dedicada e competente.

Seus estudantes têm todas as condições necessárias pra estudar e vencer na vida!!!

Felicidade a todos.

O blogueiro gravou em sua câmera digital um pouco da festa da escola.

Veja Aqui

Fotos: Arquivo pessoal

maio 30, 2011 at 1:17 pm 4 comentários

A CPI da ALEPA e ocaso tucano-peemedebista

A carta do ex-marido de Daura Hage, publicada por um veículo de comunicação neste domingo, demonstra a maneira sórdida como operava o esquema de corrupção na ALEPA.

Revela, ainda, o nome e sobrenome de um dos seus principais operadores, o Senador Mário Couto do partido da Social Democracia Brasileira (PSDB), eminência parda do governador Simão Jatene.

A carta-bomba revela como operava o esquema criado pelos tucanos paraenses na Assembleia Legislativa, esquema que foi levado as últimas consequências pelos ex-presidente Domingos Juvenil, sócio de legenda do ex-governador Jader Barbalho.

O documento revelador indica o final que terá a aliança tucana-peemedebista que governa o Pará, que pelo andar das investigações (ainda vamos ver passar muita água por baixo dessa ponte) deve sucumbir e morrer semelhante a dois náufragos abandonados no meio de um mar de lama.

Aliás, qualquer leitor mais atento deve inferir que a missiva tivesse vindo à tona durante o processo eleitoral de 2010, o resultado das eleições teria sido outro bem diferente. O tucanos estariam completamente nus e sua majestade, o desgovernador de pé de barro jamais seria guindado a situação de governador de milhões de paraenses.

O sistema de arrecadação na ALEPA, segundo as revelações da carta redigida pelo ex-marido de Daura Hage, funcionava com base em chantagens, fraudes, extorsões e, inclusive, ameaças de eliminação física dos participantes que não conseguissem se manter fiel aquele sistema de arrecadação que alimentava as ambições pessoais e as campanhas políticas eleitorais.

Em determinado trecho, José Carlos Rodrigues, ameaça entregar o esquema caso sua ex-esposa não pague as dívidas com a Receita Federal da Empresa de Tapioca que administrava.

Então, Rodrigues ameaça:

Pede pro principal beneficiário o teu senador ou vende um dos teus patrimônios e resolve até dia 20/05.”

Rodrigues acaba revelando que o chefe da quadrilha que operava o esquema de corrupção na ALEPA era o senador tucano Mário Couto, como todo cidadão poderia intuir, a julgar pelo prontuário que exibe o ex-bicheiro.

Em outro trecho o autor da missiva nomeia os demais participantes do esquema que assaltavam o dinheiro público na ALEPA. Cita o nome da Deputada Cilene Couto, Rosa Hage e Júnior Hage, atual Secretário de Estado, Trabalho, Emprego e Renda (SETER).

As revelações da carta- bomba joga mais lama na Assembleia Legislativa e tira o véu das reais razões que fazem o PSDB e PMDB se oporem de forma tão contundente a instalação da CPI da corrupção naquela Casa de Leis.

Os dois partidos são os malfeitores que articularam o esquema que sangrava os cofres públicos e seus principais beneficiários.

Semelhante a dois irmãos siameses, inseparáveis parceiros tentando barrar qualquer investigação na Assembleia Legislativa, correm o risco de serem reduzidos a pó nas eleições que se aproximam.

Quanto à citação na tal carta do blogue do Barata, uma lição deve ser aprendida pelos juízes de nosso estado.

A blogosfera é o pesadelo dos corruptos e ladrões do dinheiro público. A censura, quase sempre, está à serviço dos malfeitores, dos assaltantes do erário, daqueles que devem e temem.

Recomendo às juízas que censuraram aquele blogue que cometam o haraquiri.

O haraquiri é um dos mais intrigantes e fascinantes aspectos do código de honra do samurai e consiste na obrigação ou dever do samurai em suicidar-se em determinadas situações, ou quando julga ter perdido a sua honra.

O que se esperar da toga que rasga a Constituição Federal?

Leia a carta _ Parte 1

Leia a carta _ Parte 2

Imagem: Google

Carta: Pravda Amarelo

maio 29, 2011 at 2:26 am 5 comentários

A longa marcha…

Há tempos que o blogueiro não participava de manifestação tão pujante.

Lembrou de seus tempos de juventude quando andava com uma calça surrada jeans, uma sacolinha verde e uma boina de Che Guevara.

Era conhecido pelos seus companheiros de partido pela habilidade em atirar com estilingue petecas nos vidros do Itaú e do Bradesco.

Largou sua academia. Esqueceu do blogue. Deixou o Sr. e a Sra Fox sem o banho semanal e foi hoje de manhã à Marcha pela Família, Tradição e Propriedade (privada dos meios de produção).

Tinha gente pra todo gosto.

E que gosto!

Muitos interesses conflitantes, contudo convergentes no essencial: A necessidade de passar a limpo a bandalheira que grassa no poder legislativo paraense por meio da CPI da ALEPA.

Então o blogueiro, já em casa tomando uns gorós com churrasco de repolho (pra quem não sabe o redator do blogue é vegano), fez as seguintes reflexões:

Tucanos e peemedebistas estão sangrando (e muito!);

Se não nos entregarem três cabeças (e não vale a da bela Mônica e nem da fera Robgol) a hemorragia não cessará e impactará as eleições do ano que vem;

Jordy, mesmo não tendo comparecido, já percebeu isso e mandou alguns tímidos e amarelados militantes ao ato;

Nenhuma organização partidária monopolizou o evento e nem teria condições de isoladamente realizá-lo. Os militantes do PSOL cabem numa kombi. Os do PT num ônibus. Ponto pra OAB que emprestou credibilidade ao evento;

Como o camarada Rominho estava presente e liderando o mais elegante dos carros de som da passeata, Jatene terá que escolher o seu lado: Pravda amarelo ou ORM;

O PT tem amplas condições de ir para o segundo turno


Rejeição derruba candidatos. Disso nós petistas sabemos bem. Somos especialistas.

 Veja a imagem e tire as suas conclusões:


Imagem: Arquivo Pessoal

Veja o vídeo produzido pelo professor Sanches. Aqui

maio 28, 2011 at 5:43 pm 2 comentários

Frase do dia:

O blogueiro que já foi marxista, maoista, castrista, agora endireitou-se. Vocês sabem bem como é: Inimigo do meu inimigo é meu amigo.

Então, amanhã (sábado, 28) irei à Marcha da Família, pela Tradição, Propriedade e contra a corrupção na ALEPA, a partir das 09h em frente à OAB.

Convido a tod@s @s leitores a passarem por lá.

maio 27, 2011 at 12:43 pm 2 comentários

Vida

Vida eu sei que sou feliz.

Feliz por saber que o meu ex aluno está na universidade.

Que não esqueceu as lições que aprendemos juntos.

Que os velhos compromissos não foram esquecidos.

E agora ele compartilha conhecimentos com outros alunos(as) da Escola Helena Guilhon.

Que bom que Fiterlinge voltou pra mudar a vida de tantos outros meninos que um dia também voltarão a escola pública!

Um dia todos eles irão repetir estes velhos e esquecidos versos:

Vida estufa a veia

E pulsa, pulsa, pulsa,

Pulsa, pulsa mais

Mais, quero mais

Nem que todos os barcos

Recolham ao cais

Que os faróis da costeira

Me lancem sinais

Arranca, vida

Estufa, vela

Me leva, leva longe

Longe, leva mais.


Tenham um abençoado final de Semana

maio 27, 2011 at 2:36 am Deixe um comentário

Editorial

Aviso vermelho: a tempestade perfeita

O mal nunca vem só nos ensinam os meteorologistas.

Esta lição deveria ser aprendida pelos atuais dirigentes da SEDUC. Deveriam também aprender que quando todas as coisas acontecem ao mesmo tempo, quando todos os acontecimentos apontam para uma crise profunda, não se pode responder a essa realidade com performances midiáticas ou espetáculos pirotécnicos.

A crise se fez carne. Refiro-me a crise de segurança que atravessam as escolas públicas da rede estadual de ensino, que ameaça se transformar em uma tempestade perfeita e que a SEDUC prefere ignorar ou tratar com ações bisonhas, desconectas, que evidenciam seu desconhecimento da realidade e seu total afastamento das unidades escolares que deveriam gerenciar.

Uma hora o atual Secretário anuncia um “plano de segurança” que não foi debatido com ninguém, e declara que as escolas passarão a controlar o acesso da população. Afirma que será exigido o crachá para acessar as nossas escolas e que os atendimentos passarão a ser agendados pelas unidades de ensino.

Nenhuma das ações prometidas foi implantada nas escolas da rede estadual. E ninguém perdeu absolutamente nada!

Outra hora Nilson Pinto declara que vai resolver o problema da violência nas escolas exigindo o uso de carteirinhas ou implementando projetos de lideranças estudantis para combater a grave crise de insegurança que se instalou em nossos estabelecimentos de ensino.

O problema é que “ninguém deita remendo de pano novo em vestido velho, porque semelhante remendo rompe o vestido, e faz-se maior a rotura.” Mateus 9:16.

Nilson Pinto parece viver num mundo próprio, numa espécie de autismo, insiste enxergar o micro mundo das escolas pela visão distorcida da tecnocracia seduquiana ou pela ótica dos bajuladores(as), que no afã de obter favores passam a descrever para o Secretário de plantão uma escola que só existe no mundo das ideias.

Seus assessores parecem passar o dia todo discutindo se o ovo precedeu a galinha

O problema é que esse mundo perfeito, A Cidade do Sol de Campanella, está sujeito a corrosão do tempo.

Enquanto o Secretário de Educação vai vivendo com sua matrix, seu mundo virtual, nossas escolas passam a ser “controladas” pelo tráfico, que adota uma estratégia agressiva de criação de um mercado consumidor de drogas em seu interior.

Muitos de nossos alunos(as) são recrutados para trabalhar nesse empreendimento. São escolhidos a dedo pelos agentes do tráfico, que os selecionam com base em critérios estéticos, levando em conta a sua capacidade de liderança e de influenciar os demais alunos(as).

Isto explicaria porque o tráfico cresceu tanto em sua influência em nossas escolas nos últimos meses.

No micro mundo das escolas alguns acontecimentos prenunciam a tempestade perfeita.

Na escola onde trabalho dois assaltantes roubaram uma professora que ministrava um curso no laboratório multidisciplinar.

Fatos semelhantes aconteceram nas Escolas Rainha da Paz, Oneide Tavares e Nossa Senhora do Guadalupe.

Há relatos em muitas escolas de episódios de violência e denúncias que alunos(as) traficam drogas no interior dos estabelecimentos.

As equipes técnicas das escolas já não conseguem atender tantos registros de indisciplina. Estão sobrecarregadas e não conseguem cuidar dos projetos pedagógicos das escolas.

Diante dessa grave situação a Secretaria de Educação deveria tratar o tema com a prioridade necessária e discutir um plano de combate a violência com a sociedade civil organizada.

Nada de pirotecnia e superficialidade!

Se nada for feito, em agosto a tempestade perfeita será realidade!

maio 26, 2011 at 1:07 pm 1 comentário

Morte e Vida Extrativista

Dedicado a José Cláudio Ribeiro da Silva e Maria do Espirito Santo

Esta cova em que estás, com palmos medida

É a conta menor que tiraste em vida

É de bom tamanho, nem largo, nem fundo

É a parte que te cabe deste assentamento

Não é cova grande, é cova medida

É a terra que querias ver protegida

É uma cova grande pro casal defunto

Mas estarás mais unido a tua Maria

do que já estavas no mundo

É uma cova grande pra tão pouco defunto

Porém é mais seguro do que te sentias no mundo

É uma cova grande pra tão pouca carne

Mas à floresta dada não se abre a boca

É a conta menor que tiraste em vida

É a parte que te cabe deste assentamento

(É a terra que querias ver protegida)

Estarás mais bem guardado que estavas no mundo

Os que te mataram e seus mandantes

não conseguiram calar a tua boca

em tua cova ampla

estarás mais falante

do que estavas em vida!

Adaptação da Composição : Chico Buarque sobre poema de João Cabral de Mello Neto

Imagens: Google

maio 25, 2011 at 7:46 am 2 comentários

Pensamento:

Ontem à noite, a hóspede partiu. Voltou para sua casa.

O blogueiro ficou com a sensação que sua filha havia partido mais uma vez!!!

maio 24, 2011 at 3:09 pm 2 comentários

Caminhada contra a corrupção

(…) eu sou a mosca

A grande mosca

A mosca que perturba o seu sono

Eu sou a mosca no seu quarto

A zum-zum-zumbizar

Observando e abusando

Olha do outro lado agora

Eu tô sempre junto de você

Água mole em pedra dura

Tanto bate até que fura

Raul Seixas

Clique na imagem pra ampliar

maio 24, 2011 at 12:54 pm 1 comentário

Enem

Estão abertas as inscrições do ENEM.

Para se inscrever clique na imagem

maio 24, 2011 at 12:42 pm 1 comentário

Mais um louco…

Que bom encontrar um irmão na blogosfera.

Mais um louco atravessando a noite, queimando os dedos de tanto teclar.

Mais um companheiro(a), alguém que apenas imagino o rosto.

Um teimoso, remando contra o oceano.

Contra os fatos, contra a realidade,

Contra todos,

Contra si mesmo.

Uma gotinha insistente regando a esperança de uma escola.

De duas escolas, de todas as escolas

Sou semelhante a você nesta constelação de estrelas. 

Apenas mais um, um cidadão ou uma cidadã sem face,

Sem medo, um tufão, uma revolução, uma contrição

Um insistente persistente, que só Deus sabe a confissão.

Gente que compartilha tantas esperanças!!!

Um Santo ou uma Santa Luzia!!!!

Conheça o excelente blogue da Escola Santa Luzia.

Clique na imagem:

maio 24, 2011 at 3:31 am 1 comentário

Mandinga

O blogueiro recebeu uma visita inusitada na academia onde malha diariamente.

Um outro Professor foi ao local queixar-se da forma como vem sendo tratado na Escola pela Seduc:

_ Professor Luis, estou sendo muito maltratado em minha escola ultimamente!

E então, o blogueiro respondeu:

_ Isto não me pertence mais!

E, após levantar cinquenta quilos no aparelho supino reto (um recorde para o blogueiro), abruptamente mudou de assunto. E convidou o insatisfeito professor para um café na casa de sua mãe.

Lá chegando, encontrou sua genitora toda entrevada. Assim que ela o viu exclamou:

_ Meu filho, tem dor pra todo gosto: Na perna, na cabeça, na barriga, nos ossos, no peito. Há 23 dias que não levanto dessa rede e o médico passou 42 remédios;

O blogueiro impressionado, então, retrucou:

_ Cacete, o negócio tá ruim mesmo.

Então, foi que o professor insatisfeito viu que seus problemas na Seduc eram fichinha perto das adversidades daquela senhora. E parou de reclamar para alívio do editor do blogue.

O blogueiro então sentenciou:

_ Mãe, suspenda todos esses remédios! Não dê ouvidos aos médicos!

Em seguida chamou a empregada e deu as ordens:

_Traga-me o defumador, o carvão, o alecrim e a alfazema. Vou resolver a situação!

Foi então que o blogueiro defumou a casa inteira, começando pelo quintal, incluindo o banheiro, a sua mãezinha e o professor reclamão.

Na volta da Escola, onde foi resolver um problema de conexão de internet, o blogueiro avistou sua genitora caminhando rápida e serelepe para a banca do jogo do bicho, seu vício, cuja abstinência durava intermináveis 23 dias e talvez fosse a real causa de todos os seus males.

Então, sentenciou:

– Há mais mistérios em um defumador do que nossa vã medicina pode imaginar!

Imagem: Google

maio 23, 2011 at 3:21 pm 1 comentário

Verdades não ditas, o passado desconhecido

Por Bobby Jhon*

MINHA VIDA NO SMAP

Quem me vê hoje acha que sempre fui assim. Um líder sindical invencível e um intelectual de alto galardão.

Vou contar uma coisa para vocês. Estreei com derrota no movimento sindical. Em 1910, eu era Escrivão da Vara das Causas Impossíveis da Comarca de Belém. Chico Medalha era presidente de direito e Armandinho da Boina o presidente de fato do Sindicato dos Meirinhos e Assemelhados do Pará.

Ambos convidaram-me a presidir uma comissão formada ainda por Regi Sapão e Kaká B. Suda, para propor um novo Estatuto ao SMAP. Indaguei sobre a legalidade e a legitimidade daquela nomeação ad hoc. Eles disseram que não havia necessidade. “A categoria confia em nós. Para que gastar dinheiro com edital se o pessoal não vai em assembleia?”.

Esse movimento foi uma decepção atrás de outra. O rábula do SMAP, Dr Kid Mentirinha, não me ajudou com uma vírgula. Regi Sapão não sabia a diferença entre portaria e decreto, além de não saber escrever. D. Kaká B. Suda só ia lá para dizer que SMAP só prestou quando ela foi presidente.

O próprio SMAP era uma tristeza. À máquina de escrever faltavam teclas. O presidente trabalhava embaixo de goteiras. O corpo funcional era todo de apadrinhados. A cozinheira era marmita do Armandinho. O Assessor cunhado do Secretário Flávio Blefa. E o estafeta era namorado do Diretor Jurídico.

Convivendo com aquilo foi me dando uma revolta e uma tristeza de que a categoria estivesse sob tão péssima custódia. Como não tinha ajuda do Sindicato, recorri aos préstimos do meu amigo professor Aguiar, que havia recém retornado da Europa, onde fora fazer palestras com propostas inovadoras, como uma União das Nações a fim de precaver guerras e um Fundo Monetário, com autoridade para atuar e impedir que crises econômicas localizadas que levassem o mundo à falência.

Entreguei o trabalho final e questionei sobre a necessidade de uma assembleia e de divulgação daquele texto. “Não precisa, dá trabalho. A gente faz qualquer coisa e amanhã os nossos amigos vão lá”, foi a resposta. No dia seguinte, eu e mais cinco meirinhos nos reunimos para a Assembleia, cuja lista de presença foi feita num papel de pão. Aprovamos o Estatuto.

Como não sei ser omisso, alertei para a direção sobre os prazos eleitorais: “ah, ninguém liga para isso”!.

Concorri numa eleição feita às pressas. Perdi por oito votos, na última urna: vinda da Comarca de Jacareacanga. Ironicamente o único município onde não fui, pois o fórum era numa aldeia indígena e naquele momentos os índios não votavam.

Mas auguem se vingou por mim. O único filiado que não votou alegou cerceamento do direito ao voto, pois estava com febre em casa e a urna não foi até ele, descumprindo preceito estatutário.

Três meses depois, em novo pleito, obtive 72% dos votos. O associado que embargou o resultado ficou em segundo lugar e os dirigentes do SMAP tiveram oito votos. Todos de Jacareacanga.

AJUDA ALMOÇO: Na década de 20, do século XX, a Câmara Municipal de Belém funcionava no Largo da Pólvora, onde hoje funciona o cumpizado Teatro da Paz. Aquele prédio sempre se prestou a encenações. O Dr. Vinagre de Castro, presidente do Casa de Leis Mirim num bonito gesto concedeu o que hoje seria chamado de Vale Alimentação para os funcionários da Casa no valor de 500$00.

Meu amigo Quinzinho, que então era dono do Bistrô do Bar do Parque confidenciou-me que mensalmente ganhava muito dinheiro, graças a isso. Dialoguei com ele: “Quinzinho, você serve uma boa comida, é natural que as pessoas almocem e gastem esse salário extra aqui”.

Quim serviu-se de mais um copo de cerveja e me disse: Bobby, você não entende. Isso até é verdade para os funcionários de carreira. Os assessores dos vereadores são contratados. O vereador S… recolhe todos os vales de seu gabinete e paga 300$00. Os duzentos restantes ele ‘meia comigo’”. Dois meses depois dessa conversa, Quinzinho, dois donos de mercearia e 10 vereadores estavam presos por estelionato e falsidade ideológica.

JORNALISMO EM TRANSE: Em 1950 e anos seguintes, a disputa entre o baratismo e o assuncianismo corria solta em território paraense. Essa briga se reproduzia em termos nada civilizados nos jornais Folha do Norte, anti-baratista e a Província do Pará. Chegou a um ponto em que Paulo Maranhão acusou Armando Trampa de corrupto, com seguintes palavras: “Cada um dá o que tem, e o governo do nosso Estado não tem senão merda para dar”.

Em resposta Trampa usou a Folha para dizer o seguinte: “Afinal, sabe o governador Zacarias, como todos os que acompanham ou não o Círio, das traquinagens públicas e privadas do Mara”. Toda movimentação acabava respingando no governador. Aquilo não acabou bem.

*Bobby Jhon é Doutor em Ciência Política, sindicalista e nas horas vagas relê a coleção de Grande Hotel de sua avô, Anatólia Ravena, à cata de novidades semiológicas. Seu bisavô, Antonione Batiste, foi expulso da Itália em 1810 por Salvatore Berlusconi, por se opor à corrupção desregrada e à caça predatória de andorinhas. Sua família até hoje mantem uma campanha de canonização de D. Pedro II por não ter aceitado extraditar Batiste de volta para a bota europeia.

maio 22, 2011 at 8:18 am 1 comentário

O fim do mundo

Já é dia 22 no outro lado do mundo.

Infelizmente, o mundo não acabou.

O tal terremoto não dizimou a terra.

O Conjunto Satélite, onde vive o blogueiro, está intacto e as pessoas continuam cuidando de sua vidinha.

Tem gente nos bares, na cacimba e as crianças continuam a brincando na pracinha que homenageia o meu amigo de adolescência Sérgio Luiz, o Serginho, que foi arrebatado na flor da juventude.

Firefox, meu cachorrinho, continua dormindo o sonho dos anjos em minha cama.

Quando acordar vai me olhar como de costume e pedirá pra fazer uma caminhada na pacata e silenciosa travessa We-8.

Ele me dirá:

_ Blogueiro, não foi desta vez, como desejavas!!!

Nada de estranho aconteceu. O mundo continua a girar e ninguém foi arrebatado.

Absolutamente ninguém!!

Nem os fanáticos seguidores da seita movimento cristão Family Radio Worldwide.

Nem os cidadãos de Nova York, os habitantes do Afeganistão, os frequentadores da praia de Alter do Chão ou os meninos do Tibet.

Nem este blogueiro cansado de guerras. Ainda que assim o desejasse!!!

Tudo continua absolutamente em seu lugar: a vida, a rotina, os compromissos, as declarações de amor, nascimentos, partidas, dor, alegria, felicidade e os infortúnios.

A vida prossegue previsível e preguiçosa neste sábado em que Deus não nos arrebatou.

Por que o criador de todas as coisas deveria ser preocupar com uma espécie que se especializou em predar?

Que se acha mais inteligente do que ele.

Que mata, rouba, explora seus semelhantes, guerreia, estupra, se vinga e destrói todas as coisas belas que encontrou na face da terra.

Que despreza suas crianças e fabrica necessidades e sonhos.

É melhor continuarmos vivendo nossa vidinha.

Ah, mas, ainda, tem o calendário Asteca !!!!!

12 de dezembro de 2012.

A data é infalível já anunciou um profeta.

Nesse dia, o mundo vai acabar pra felicidade do blogueiro.

Imagem: Google

maio 21, 2011 at 9:16 pm 4 comentários

Aonde estavam os professores(as) da Escola de Emaús?

Ontem, dia 20 de maio, a equipe da blitz da educação da Rede Globo esteve em Belém para mostrar um pouco da realidade da educação em nosso estado.

Visitaram a Escola Cidade de Emaús e Escola Tenente Rego Barros, que possuem o pior e melhor IDEB: 1.4 e 6.9.

A partir do que viram nas escolas traçaram uma tese no mínimo interessante: a realidade de sucessivas greves, a ausência de disciplina e de gestão qualificada nas escolas contribuem para o baixo desempenho dos alunos(as) da rede pública estadual no Ideb.

O blogueiro não tem dúvida que tais questões sejam alguns dos fatores que prejudicam a qualidade do ensino na escola, mas não são os únicos a sepultar sonhos como a da aluna Luane – estudante da Escola Cidade de Emaús, que deseja ser juíza e acredita que mesmo nas condições precárias que estuda pode realizar o seu sonho de menina.

Indefinições em relação a implantação do Plano de Cargos e Salários (PCCR), ausência de acompanhamento pedagógico das escola, problemas de infraestrutura, violência, mau gerenciamento das escolas e falta de investimento na melhoria das condições de trabalho são fatores que reproduzem anualmente o fracasso escolar na rede estadual de ensino.

É lógico que temos muitas escolas que driblam essa realidade.

Escolas, onde a boa gestão, aliada ao compromisso político dos professores(as) e a participação da família se tornam um verdadeiro oásis de ensino de qualidade, possibilitando aos alunos(as) aprender e sonhar com um futuro de pleno direito e felicidade.

A blitz da educação acabou colocando o dedo na ferida, em relação ao tipo de sindicalismo conservador, corporativista – que não leva em conta os interesses dos país e alunos – praticado em terras paraoaras.

Se os professores(as) da Escola Cidade de Emaús não estavam na escola e paralisaram suas atividades para participar da reunião da categoria, por que não estavam presentes na assembleia, conforme foi constatado pela reportagem da Rede Globo?

O problema é que para uma parcela de nossa categoria paralisações e greves são sinônimos de feriadão.

E o resultado dessa prática (considerada normal entre nós professores) é o abandono de nossos alunos(as) e a reprodução do fracasso escolar.

A quem interessa o desmonte do ensino público?

E quanto a Luane?

Até quando ela continuará lutando pra realizar seus sonhos?

Eu não sei. Mas ela tem uma boa lição pra nos ensinar:

nunca há tempo, sempre tem tempo para gente ser alguma coisa na vida”.

Veja a reportagem completa:

maio 21, 2011 at 1:28 pm 2 comentários

A hora e a vez da professora

Professora de português solta o verbo, fala de números, expõe a situação de ensino, vira hit na internet e deixa de saia justa os políticos.

Veja

maio 20, 2011 at 3:38 am 1 comentário

Planetas solitários

Você aprendeu na escola muitas coisas úteis e outras nem tanto assim.

Talvez tenha aprendido mais coisas inúteis.

Aprendeu que o sol é uma estrela de quinta grandeza, apesar da irrelevância de seu tamanho.

Pelo que eu sei ele nunca caiu na cabeça de ninguém.

Que os animais são vertebrados e invertebrado.

Repeti de ano uma vez porque nunca vi significado nessa diferença.

Que o ouro tem o número químico 79 e que por causa dele os Incas foram exterminados por Francisco Pizarro.

Não sobrou ninguém pra contar a história. Os espanhóis aproveitaram a oportunidade pra divulgar a sua versão daqueles acontecimentos.

Que as palavra (Assim mesmo. Concordo com a Coleção Viver, Aprender) proparoxítonas ou esdrúxulas são aquelas que têm o acento predominante, a sílaba tônica, na antepenúltima sílaba e todas elas são acentuadas.

Todas? Como? Meus alunos(as) e os tuíteros(as) há muito tempo inventaram outra gramática e aboliram os acentos.

Pelo jeito importante é a comunicação!!!!

Aprendeu, ainda, que se um planeta não orbita uma estrela ou um remanescente de uma estrela, ele não pode ser tecnicamente considerado um planeta, mesmo tendo sido formado da mesma maneira.

Bem! Os cientistas japoneses descobriram dez novos planetas do tamanho de Júpiter que não estão ligados a nenhum sistema planetário.

Estão livres, não tem o sol para ditar suas vidas e determinar fusos horários, datas, estações do ano, festas de aniversários, duração do dia e da noite. Livres, completamente livres.

Queria ser um deles!

Gostaria de poder observar pelo menos um desses planetas solitários, dançando no universo semelhante a primeira bailarina do teatro municipal.

Haja Demi-plié, Tendu, Arabesque, Attitude, Pirueta e Sissone

Infelizmente, o texto tem que ter uma conclusão.

Foi isso que nos ensinaram na escola.

Lá vai a minha!

Então, a medida que novas descobertas são feitas a única conclusão possível é que o nosso conhecimento, apesar de nossos avanços, sempre terá um caráter provisório.

Que bom!! O ser humano está condenado a aprender no verão e desaprender na primavera.

Veja um desses planetas

Imagem: folha de São Paulo

maio 19, 2011 at 3:20 am 1 comentário

TV Diário de Um Educador

Estamos testando a TV Diário de Um Educador.

Fico imaginando tantas coisas maravilhosas podemos fazer com essas modernas tecnologias.

Acesse e veja imagens ao vivo de nosso laboratório

(Clique na imagem para acessar)

Obrigado por ter participado de nosso teste.

Foi um sucesso!!!

maio 18, 2011 at 5:10 pm Deixe um comentário

Apesar de você….

O blogueiro parabeniza a atuação do ex-deputado e dirigente do Partido Verde José Carlos Lima pela atitude firme em defesa da CPI da ALEPA.

Sua mobilização e trabalho de convencimento junto ao Deputado Gabriel Guerreiro fez com que o parlamentar reavaliasse sua posição de não assinar o pedido de CPI pra apurar a corrupção vergonhaça que se instalou naquela Casa de Lei.

Segundo postagem em seu blogue, Zé Carlos afirma que o Deputado Gabriel Guerreiro assinou o requerimento pela criação da CPI:

Em respeito ao povo paraense que deseja um gesto concreto dos deputados;

Para atender um decisão do Partido Verde;

Para ser coerente com anos e anos de vida publica sem mácula;

Por não ter qualquer envolvimento com o que aconteceu nestes anos na administração da Casa, nem mesmo com a pessoa lotada no seu Gabinete que recebeu vantagens acertadas diretamente com a quadrilha que fraudava os cofres do Legislativo;

Para provocar um debate sobre o denuncismo que joga na lama a honra de pessoas sérias, que pautam sua conduta por procedimentos éticos, mas que nestes momentos vão para vala comum como se bandidos fossem. ( Fonte: blogue do Zé Carlos)

Aos que ainda não assinaram o pedido de CPI lembro o que profetisa Chico Buarque:

Apesar de você

Amanhã há de ser outro dia.

Ainda pago pra ver

O jardim florescer

Qual você não queria

Você vai se amargar

Vendo o dia raiar

Sem lhe pedir licença

E eu vou morrer de rir

E esse dia há de vir

antes do que você pensa

Apesar de você

Amanhã há de ser outro dia

Você vai ter que ver

A manhã renascer

E esbanjar poesia

Como vai se explicar

Vendo o céu clarear, de repente,

Impunemente?

Como vai abafar

Nosso coro a cantar,

Na sua frente.

Apesar de você

Agora só faltam três assinaturas !!!!

Caro Leitor(a),

assine o abaixo assinado pela instalação da CPI na ALEPA.

Clique na imagem


maio 18, 2011 at 1:20 pm Deixe um comentário

Quem tem medo da CPI, CPI, CPI

Quem tem medo da CPI, CPI, CPI (Bis)

Eu pego parlamentar pilantra

Dou um soco no nariz

Eu dou-lhe um bofetão

Eu dou-lhe um pontapé

Derrubo ele no chão

Ele não terá o voto do povo na próxima eleição.

Quem tem medo da CPI, CPI, CPI (Bis)

Clique na imagem pra ampliar

Fonte: O Liberal Digital

maio 17, 2011 at 2:22 pm 2 comentários

Ausência…

Ei pirralho, que papo é esse?

Eu dou aula todo dia!!!!

maio 17, 2011 at 1:33 pm 2 comentários

A hora e a vez do professor

Professor LuÍs,

Vou dar uma de advogado do diabo.

Penso que o comportamento da Sra Mônica Pinto é de se louvar, mesmo que admita que ela é uma delinquente.

Veja bem, se fôssemos esperar pela sindicância do Pioneiro e dos pedidos de informações do TCE, não saberíamos de absolutamente nada agora e a roubalheira continuaria.

Concordo que ela (Mônica) deve ser premiada. Aliás, já está beneficiada porque está contribuindo e muito com as investigações.

Diferentemente do governador, ou como o Sr prefere: do desgovernador, que se cala e trabalha nos bastidores para a CPI não sair (Todo o Pará sabe disso).

Ela tá provando que tem muito mais caráter que o Juvenil, Pioneiro, Jáder, Mário Couto, Jatene juntos.

Aliás, este Robgol é um homem de muito bom gosto.

A Carta Capital a qualifica como uma “musa”. Eu vou no popular mesmo: Mônica Pinto é uma “gostosa”.

Já vi que perto desse políticos, Mônica Pinto é uma santa!

Saudações,

Professor Paulo

Comentário do blogueiro:

Professor Paulo, quando você for participar da novena no Santuário de Fátima não esqueça da sua santinha. Veja a montagem do blogueiro:

maio 17, 2011 at 2:36 am 5 comentários

Frase do dia:

Na infância meu sonho era ser bombeiro. Cresci e escolhi ser professor. Em vinte oito anos de magistério acabei virando bombeiro. Não houve um dia que não apaguei um pequeno incêndio nas escolas onde trabalhei.

Blogueiro

maio 16, 2011 at 11:52 am Deixe um comentário

A consciência do Aguiar

Às 5 horas da manhã o relógio do prof. Aguiar tocou. Aliás, é um magnifico relógio confeccionado em raiz de mogno, com aplicações em bronze, mostradores em esmalte, mecanismo de autonomia mensal, em latão e aço, de três movimentos, regulação no arco do mostrador, escape de âncora, inglês, séc. XVIII (4º quartel), marca Robert Best Royal Exchange London.

Porém ele já se encontrava desperto trajando um terno em duas peças lindas, calça e o blazer xadrez discreto do tipo britânico presente de seu ex-aluno Christian Dior de sua primeira coleção criada em 1947.

Abriu seu baú, hermeticamente fechado, e retirou uma lista de compras escrita em papiro, a mesma desde a época em que ingressou no serviço público.

Revisou a lista item a item e à parte, em outro papel, escreveu com sua bela caligrafia mais três produtos que deveria comprar para sua mãezinha. Fazia três meses que prometera aquela compra, agora chegara o momento.

Tratavam-se de uma tampa de um antigo Bule Belga esmaltado em Ágata Verde, que estava avariada há algum tempo, dois tabletes de pastilhas Santo Antônio castanho escuro – COFERLY para escurecer alguns fios de cabelos brancos que teimavam em aparecer em sua mãezinha e um vidro de Óleo Mineral Vida Capilar Amêndoa Doce 100 ml indicado para aplicar após a tintura, tratando os cabelos, deixando-os macios e saudáveis.

Fora muito difícil acrescentar mais esses itens, porém sua mãezinha é bastante exigente e já demonstrava sinais de aborrecimento por Aguiar estar postergando a aquisição. Ficava sisuda, não respondia as suas perguntas.

O Professor Aguiar sabia que aquele Ser tão amado, não admitia ser contrariada.

Era o dia do pagamento! Adentrou em seu Packard e acelerou para chegar o mais rápido possível a um posto de gasolina mais próximo, no qual conseguiu colocar meio litro de combustível, o suficiente para chegar ao Banco BANPARÁ, agência Icoaraci, onde possui conta.

Recebeu a ficha n° 813 na fila das prioridades.

Incólume, como sempre, tirou de sua valise a enciclopédia chinesa da Dinastia Ming, Yongle Dadian, composta por 22.937 capítulos em 10.000 volumes.

O livro, considerado um marco na cultura do país, tem 3.7 milhões de caracteres chineses, muitos deles já não mais utilizados, e registra a história do período anterior à Dinastia Ming (1368-1644).

Pôs-se a ler enquanto aguardava sua vez.

Mesmo concentrado na leitura, bastante densa, não deixava de pensar em sua mãezinha de como ficaria feliz em ver seus mimos comprados e, também, na melhora daquele humor tão complexo capaz de se exaltar por um simples ácaro na mobília.

Após 4 horas de espera seu número fora chamado. Levantou-se lentamente e a passos curtos, morosos se dirigiu até o guichê, apesar das reclamações das outras pessoas que ainda se encontravam na fila. Ao verificar o saldo da conta o Prof. Aguiar pensou com seus botões: “Será que pela primeira vez na vida estou enganado”?

Com o tom de voz baixo, para não chamar atenção, pediu novamente o saldo. Não…não estava errado! Um pensamento apenas veio em sua mente: E as compras da mãezinha?

Retornou a casa e, sem sua mãezinha perceber, foi para o quarto e se recostou em sua cadeira de balanço século XIV. Uma leve sensação de melancolia adentrou em seu ser, não era uma pessoa chegada a crises existenciais, sempre criticara o pequeno Jean Paul Sartre por seus discursos depressivos, mas o impacto fora forte.

Via-se sem alternativas financeiras para satisfazer sua mãezinha.

Seria mais um mês que teria que ter muita paciência para escutar aqueles murmúrios queixosos, reclamações, lamentações, choro e gemidos por causa de uma tampa de bule, umas partilhas para pintar o cabelo e o óleo de amêndoas.

Enquanto meditava sobre essas questões sua consciência transcendeu materializando-se em uma linda mulher trajando um belo vestido de tule francês na cor amarela, joias em ouro, diamantes e pérolas com um largo sorriso de satisfação.

Disse: “Pobre Aguiar em que estado te encontras, poderias estar como eu, mas esses teus princípios de honestidade e coerência entre teoria e prática não te deixaram crescer financeiramente.

Lembra quando durante a Segunda Guerra Mundial, ajudaste Jack St. Claire Kilby na empresa Texas Instruments, Inc., onde se tornou responsável pela pesquisa no campo da miniaturização de circuitos elétrico. Neste mesmo ano, você projetou o primeiro circuito integrado, que demonstrou em laboratório no dia 12 de setembro do mesmo ano?

E à medida que a investigação prosseguia com você no comando, o circuito integrado tornava-se cada vez menor, permitindo o processamento mais rápido de dados e requerendo menos energia?

Que em meados da década de 1960, quando você criou circuitos integrados e Kilby quis utilizá-lo para um míssil balístico intercontinental, chamado Minuteman, você em nome de seus princípios humanistas deixou o projeto retornando a Belém?

Pois é, o seu “amigo” que tanto você ajudou, é, ele mesmo o Jack Kilby, foi promovido em 1970 ao lugar de consultor da Texas Instruments, Inc. e, em 1978, começou a ensinar na Texas A&M University.

Em outubro de 2000 ganhou, por incrível que pareça, juntamente com Zhores Alferov e Herbert Kroemer, o prêmio Nobel da Física pelo seu contributo no desenvolvimento das tecnologias da informação. Aguiar quem deveria ter recebido esse Nobel por ser precursor da informática? Hein?

E em 1955 fostes te envolver com Maurice Wilkes e fizestes todo o projeto de invenção da microprogramação, hoje utilizada universalmente na implementação dos projetos de CPU. Teu nome aparece lá? Consta algum registro do teu nome?

Não conformado com tantas ingenuidades fostes em 1956, para a IBM construindo seu primeiro disco magnético, RAMAC (Random Access Method of Accounting and Control). Tu utilizastes 50 discos de metal de 24 polegadas, com 100 trilhas por lado, que podia armazenar 5 megabytes de dados a um custo de US$10.000 por megabyte. Deixando a IBM milionária. O que ganhastes? Nada!

Mas o pior dos teus erros foi ter acreditado naquele jovem maléfico, com ideias de grandeza, tu sabes quem é, o próprio gatuno da informática, o desprezível Bill Gates.

Tu o conheceste quando ele ainda tinha 16 anos e brincava de inventar fliperamas que nunca funcionaram. Começastes a ensiná-lo e com 17 anos, ele apareceu como o criador de um software para leitura de fitas magnéticas, com informações de tráfego de veículos, em um chip Intel 8008. Com esse produto, Gates fundou uma empresa a Traf-o-Data.

Quem inventou esse bendito software, em Aguiar?

Tu sabes que no ano passado (2008), a lista de bilionários da Forbes apontou Gates como o terceiro homem mais rico do mundo, com fortuna estimada em 58 bilhões de dólares e em 2009, pulou como um gato a condição de homem mais rico do mundo?

Aguiar, o que estou falando não corresponde sequer a 1% que esse teu cérebro de mais de 1 trilhão de neurônios já produziu. Não entendo como o buraco negro do conhecimento, como tu mesmo te defines, comete tantas ingenuidades???

São esses princípios teimosos de honestidades, justiça que estão nas tuas entranhas, que te impedem de teres bens materiais. Que adiantam tantos títulos como defensor da humanidade? Estão todos pendurados no teu quarto e na tua conta não tem um centavo.

Aguiar, eu não vou nem falar do finlandês Linus Torvads. Só lembro que tu inventaste o tal Kernel e deste os códigos para aquele Universitário Finlandês que na época só sabia beber cerveja. Quem ganhou todo o crédito pelo código do linux? Quem ficou rico e vive feliz da vida nos Estados Unidos?? Com certeza não és tu Aguiar!!!

Aguiar pela pela primeira vez abalado balbuciou com os seus botões: será que a minha consciência sempre tem razão?

Imagem: Google

maio 16, 2011 at 1:16 am 1 comentário

Posts antigos


Meu twitter

Os textos mais lidos

Contador do Diário

  • 315.552