Archive for fevereiro, 2011

Primos II

_ Bom dia primo. Que negócio é este de blogue e rede social.

_ Por que primo?

_ É que antigamente a gente pagava um jabá nas rádios, articulava uns contratos com os jornais, um cala boca pra cá, um agrado pra lá e tudo ficava dominado.

_ Primo os tempos mudaram. Agora não adianta acertar com a grande mídia para esconder todas as maracutaias do governo. O cidadão pode saber de tudo lendo os blogues ou frequentando o tuíter.

_ Primo, tudinho mesmo?

_ Tudo. Até quem anda metendo os pés pelas mãos nos cofres públicos.

_ Primo não acredito. Que horror!!!!

_ Primo, então, leia o que uma tal de Franssinete, uma jornalista corajosa, que não recebe jabá, denunciou no blogue Uruatapera:

Alô, PF!

Servidores da Sespa denunciam que a Dra. Rosane, da Diretoria Operacional, manda no 1º CRS da Sespa, articula todas as compras e contratos – principalmente os firmados com a empresa D. Abdon & Cia. Ltda. -, indicou os servidores Elzeman para fazer contatos com fornecedores, Ana Amélia para autorizar a percentagem e Tagore para assinar a autorização da compra. Recentemente houve uma dispensa de licitação de R$300 mil, de gêneros alimentícios, fora as compras de medicamentos e material médico hospitalar. (Blogue da Franssinete)

_ Credo primo. Essa mulher tem cabelo na venta e está fazendo trovejar na horta de mister Robson!!! Deus me livre dessa tal de rede social.

_ Primo, um dia desses tu vais cair na rede e acordar sem o teu cala boca!!!!!

_ Cruz credo, primo!!!

Imagem: Google

Anúncios

fevereiro 28, 2011 at 4:17 pm 2 comentários

Imagem do dia

Manifestação de mulheres em Belém.

Imagem: Diário do Pará

fevereiro 28, 2011 at 3:25 pm 1 comentário

A todas as crianças!

12 de Outubro de 2009

O que no dia de hoje daria de presente as nossas crianças? Tantas coisas e tão poucas eu poderia dar a cada criança do mundo.

Daria a paz, a realização dos seus direitos. O respeito. Um bom pai, uma mãe amorosa. Livros, poesias que toquem seus corações e agucem sua criatividade.

Daria o menino que fui. Os mimos que dei ao meu filho. Daria os presentes, os valores, a educação, a dedicação de um pai que ensina o filho voar semelhante a um passarinho.

Daria um aviãozinho de papel, um brinquedo de miriti, um sorvete de chocolate, uma bola de futebol, uma boneca de pano, um carrinho de lata de azeite.

(mais…)

fevereiro 28, 2011 at 2:09 am Deixe um comentário

Ao mestre Benedito Nunes

O diário de um educador registra a partida de Benedito Nunes.

Benedito está filosofando no éden ao lado de Sócrates e dos maiores amantes da sabedoria da história da humanidade.

O céu ficou mais generoso e poético!!!

Benedito segundo a Wikipédia:

Benedito José Viana da Costa Nunes (Belém, 21 de novembro de 1929) – (Belém, 27 de fevereiro de 2011) é um filósofo e escritor brasileiro.

Foi um dos fundadores da Faculdade de Filosofia do Pará, que depois foi incorporada à Universidade Federal do Pará – UFPA. Ensinou literatura e filosofia em outras universidades do Brasil, da França e dos Estados Unidos. Escreveu artigos e ensaios para jornais e publicações locais, nacionais e internacionais. Aposentou-se como professor titular de Filosofia pela UFPA, tendo recebido o título de Professor Emérito em 1998. No mesmo ano, foi um dos ganhadores do Prêmio Multicultural Estadão.

É autor de O drama da Linguagem, uma leitura de Clarice Lispector; O tempo na narrativa; Introdução à Filosofia da Arte; O dorso do tigre (ensaios literários e filosóficos); João Cabral de Melo Neto (Coleção Poetas Modernos do Brasil); Oswald Canibal (Coleção Elos); Passagem para o poético; A filosofia contemporânea; No tempo do niilismo e outros ensaios e Crivo de Papel (ensaios literários e filosóficos).

Benedito Nunes recebeu o Prêmio Jabuti de Literatura em 1987 e o Prêmio Machado de Assis em 2010.

Saiba Mais: http://pt.wikipedia.org/wiki/Benedito_Nunes

Imagem: Google

fevereiro 27, 2011 at 4:37 pm 1 comentário

No quartel d’Abrantes

Pensei que os irmãos Maioranas amanheceriam tranquilos neste domingo.

É que me falaram que o Concurso Rainha da Rainhas do Carnaval – promovido pela ORM, foi o maior sucesso.

A nova Rainha, que nunca vi mais magra, é o assunto do momento nas redes sociais, onde o cardápio de tema é muito volátil e muda em frações de segundo.

Aliás, se o blogueiro encontrasse com esta moça andando pelo Conjunto Satélite, frequentando Academia Corpo, a melhor do Sat, ou tomando sol na cacimba do bairro, não a reconheceria.

É que ele não assistiu aquele tradicional concurso e preferiu deleita-se com um documentário transmitido no canal de história pela televisão por assinatura.

Ao contrário do que o blogueiro imaginava, os proprietários da ORM, amanheceram soltando fogo pela narina e reservaram uma página inteira de “elogios” para seu arqui-inimigo Jader Barbalho, o sócio de mister Robson no governo tucano.

A manchete do Liberal é um soco no fígado do coisa ruim e o texto relata as peripécias de Jader na Sudam, envolvendo o seu primo Priante, e levanta a possibilidade do ficha suja ser, mais uma vez, preso pela Justiça Federal do Tocantins.

Enquanto isso, o Pravda Amarelo, denuncia o convênio lesivo entre a ORM e a FUNTELPA, mas omite a informação de que foi Mister Robson que sacramentou aquela transação.

Ney Messias, o atual Secretário de Comunicação do governo, o avalista do empreendimento, não terá nada a dizer sobre aquele convênio ou emitirá um nota genérica acusando o governo passado de querer criar embaraços ao reinado tucano.

Como diria minha mãezinha: esta tudo como dantes no quartel d’Abrantes!!

Imagem: O Liberal Digital

fevereiro 27, 2011 at 3:49 pm 1 comentário

O Barão de Paragominas

Sidney Rosa é o Secretário de Estado de Projetos Estratégicos de Mister Robson.

Segundo especula-se na blogosfera, será o próximo convidado a descer pelo tobogã amarelo montando no Palácio dos Despachos.

O motivo seria o envolvimento do Barão de Paragominas com denúncias de trabalho escravo.

Leia o texto publicado no site do Observatório Social, datado de 01 de julho de 2003.

Trabalhadores em regime escravo libertados no Maranhão

01.07.2003 – O Ministério do Trabalho e Previdência Social (MTPS) e a Delegacia Regional do Trabalho (DRT) concluíram ontem o processo de libertação de 40 trabalhadores que estavam em regime de escravidão na fazenda Vitória, de propriedade do prefeito de Paragominas, Sidney Rosa. Na fazenda, localizada no município de Carutapera, no Maranhão, na fronteira com o Pará, a fiscalização chefiada pela auditora fiscal do trabalho Virna Soraia Damasceno encontrou 40 trabalhadores em condições desumanas, sem carteira assinada e em sistema de endividamento que caracteriza trabalho escravo.

Segundo Virna, auditora do Grupo Móvel de Fiscalização do Trabalho Escravo do Ministério do Trabalho, os trabalhadores foram levados de Açailândia (MA) até Paragominas e de lá para a fazenda Vitória. Eles foram agenciados por um “gato” conhecido como Salu. Ele seria o proprietário do Hotel Pioneiro, em Açailândia, onde os trabalhadores eram alojados e contraíam as primeiras dívidas, antes mesmo de chegar ao Pará. Além do hotel, Salu também estaria usando casas alugadas para alojar os trabalhadores.

Virna garante que, na chegada a Paragominas, no último mês de maio, a negociação com o gato foi feita pelo irmão do prefeito Sidney Rosa, conhecido como Júnior, que intermediou a ida dos trabalhadores para a fazenda Vitória, transportados por Salu. Muitos foram levados em carrocerias de caminhões de areia. Uma vez na fazenda, os trabalhadores foram obrigados a assumir as dívidas pelos alojamentos em condições desumanas e pela alimentação precária que recebiam no local.

O contrato de trabalho era feito mediante o pagamento de R$ 87 por cada trabalhador. A fiscalização do grupo móvel chegou à fazenda Vitória na última sexta-feira e, depois de autuar o prefeito Sidney Rosa, procedeu a libertação dos trabalhadores. Somados os salários desde maio, o aviso prévio e outras despesas, o prefeito deverá pagar R$ 27 mil, além de transportá-los de volta ao Maranhão […]

Fonte: http://www.observatoriosocial.org.br

Montagem: Blogueiro

fevereiro 27, 2011 at 12:39 am 1 comentário

Juiz não anda de ônibus

Já era esperado.

Afinal, juiz não anda de ônibus.

E alegria de pobre dura pouco!

O Tribunal de Justiça do Estado do Pará concedeu liminar parcial ao Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Belém – SETRANSBEL desobrigando as empresas de rodarem gratuitamente neste domingo (27).

O autor da Lei 8.779/10, que concede “catraca livre” um domingo ao mês, vereador Otávio Pinheiro, afirma que ficou surpreso com a decisão do Juiz Castelo Branco.

Não haverá nenhum desequilíbrio financeiro por partes das empresas de ônibus, em face de que já receberam do Município o perdão da dívida de R$ 80 milhões no ano passado e a redução da alíquota de ISS de 5% para 2%.”

O vereador Otávio Pinheiro (PT) informa que irá recorrer da decisão.

Fonte: Assessoria do vereador Otávio Pinheiro

Imagem: Google

fevereiro 26, 2011 at 3:00 pm Deixe um comentário

Posts antigos


fevereiro 2011
S T Q Q S S D
« jan   mar »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28  

Meu twitter

Contador do Diário

  • 304,878