Segunda marcha das vadias

maio 26, 2012 at 12:45 pm Deixe um comentário

Mulheres ligadas a grupos feministas e ativistas independentes promovem no próximo domingo (27), a partir das 9h, a segunda edição da Marcha das Vadias de Belém. Com o tema “Lugar de mulher é onde ela quiser”, a passeata tem o objetivo de provocar a discussão sobre o combate ao machismo.

Este ano, o foco da manifestação foi ampliado para abordar não só a questão da violência sexual, que foi o tema inicial das Marchas das Vadias de todo o mundo, mas também os direitos e o protagonismo femininos. O evento na capital paraense segue a movimentação nacional em torno do assunto, pois as marchas de várias outras cidades brasileiras acontecem entre os dias 26 e 27.

De acordo com Heliane Abreu, militante feminista e membro da organização das duas edições da marcha em Belém, o tema deste ano se relaciona com os papéis desempenhados pelas mulheres na sociedade. “Nossa preocupação este ano é explorar os vários espaços que a mulher pode ocupar, seja inserida na política ou sendo mecânica. Ela pode e deve escolher o que quer ser ou fazer. Precisamos quebrar esses paradigmas de que mulheres são frágeis e incapazes de ter autonomia sobre o seu corpo e os rumos da sua vida”, explica a ativista.

A 1ª Marcha das Vadias de Belém aconteceu em agosto do ano passado e abordou as violências sexual e doméstica sofridas pelas mulheres paraenses, tendo sido considerada um sucesso pelas organizadoras. “Acho que o saldo foi muito positivo. Repercutiu muito bem na mídia, e a Marcha das Vadias Belém foi a maior em número de pessoas na rua em todo o país”, comemora Heliane. Este ano, a marcha segue o mesmo trajeto do ano passado, saindo da Escadinha da Estação das Docas e seguindo pela Avenida Presidente Vargas até a frente do Theatro da Paz, onde acontecerá um ato lúdico que encerra a manifestação.

Entenda o movimento

A primeira Marcha das Vadias mundial ocorreu no Canadá, em abril de 2011, motivada pela fala de um policial que, após uma série de estupros acontecidos na Universidade de Toronto, afirmou que as mulheres deveriam evitar se vestir como vadias para não ser violentadas. O episódio deu origem a um movimento global que busca chamar atenção para a cultura machista que sempre ensinou as mulheres a não serem estupradas, ao invés de ensinar os homens a não estuprar. O uso do provocativo termo “vadia” é intencional e denuncia o machismo que classifica as mulheres como “santas” ou “putas”. Desde a primeira manifestação canadense, a marcha vem sendo realizada em vários países, tendo chegado ao Brasil em junho do ano passado.

SERVIÇO:

2ª Marcha das Vadias de Belém

Dia: 27/05/2012 (Domingo)

Horário: Concentração às 9h

Local: Saída da Escadinha da Estação das Docas até o Theatro da Paz

cordialmente,

Raíza Rocha Cavalcante

Imagem: Facebook

Anúncios

Entry filed under: Sem categoria.

Gaby Amarantos: do Jurunas para o mundo Tudo vale a pena se a alma não é pequena…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


maio 2012
S T Q Q S S D
« abr   jun »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

Meu twitter

Contador do Diário

  • 304,891

%d blogueiros gostam disto: