Sou o homem de lata

março 23, 2012 at 2:47 pm 1 comentário

Recebi o seguinte texto na caixinha de comentários:

Senhor blogueiro,

Não entendo essa sua rixa com os temporários. Eles são trabalhadores como outros quaisquer.

Eu mesmo, fui do Quadro Suplementar da ALEPA, até 1996, quando me aposentei com 30 anos de serviço.

Naquele tempo não tinha essa modinha de fazer xiszinho para conseguir emprego público. A gente se apresentava ao deputado, e ele nos testava: fazíamos um ofício ou escrevíamos um discurso,o que se passasse pela cabeça dele.

Eu comecei no gabinete do deputado Dionísio Bentes.

No entanto se hoje tenho uma velhice tranquila, agradeço a três deputados: Dr. Zeno Veloso, Seu Babá e Professor Edmilson.

Em 1992, invetaram um recadastramento dos servidores, com cruzamento de dados com os cadastros escolares. Não sei por quais cargas d’água, descobriram na SEDUC que o meu diploma de Nível Médio no CEPC era “falsificado”. Ora eu estudei os três anos, mas no ultimo um professor de matemática implicou comigo e me deixou por 0,5.

A moça da Secretaria ficou com pena de mim e me deu histórico e um certificado provisório, me declarando aprovado. E assim, foi por mais de 20 anos. Até que burocratas insensíveis inventaram essa investigação.

Pois bem, o Dr era presidente da Casa e ia fazer um projeto nos anistiando e nos efetivando, mas o PT (Zé Carlos) rugiu logo que soube das intenções do presidente. Aí um colega que era lotado no gabinete do Babá sugeriu que o mesmo assinasse o documento.

Assim foi feito, e o deputado Edmilson apoiou a nossa luta, enfraquecendo a oposição petista e garantindo nosso pão.

PS: entre os 67 temporários há muitos amigos meus. Têm senhoras que dependem desse salário para sustentar filhos e netos. Gente que vai perder casa, carro, vai parar de viajar em férias.

O senhor não tem coração?

Aposentado Solidário

 ____________________________________________________________________________________________

Comentário do blogueiro

A resposta a sua indagação é não, pois neste caso sou semelhante ao homem de lata do Mágico de Oz

Nem eu, nem o ex-deputado Zé Carlos e a ex-deputada Aida Maria!!!

Lembro que este tratamento que você reivindicar não foi dado a centenas de trabalhadores da área da saúde e da educação.

Será por que eles não tinham padrinhos deputados?

Imagem: Google

Anúncios

Entry filed under: Sem categoria.

Nada será com antes E o salário, ó!!!!!

1 Comentário Add your own

  • 1. Vando  |  março 24, 2012 às 9:49 am

    “Naquele tempo não tinha modinha de fazer xiszinho para conseguir emprego público”. Essa modinha que você se refere garante a lisura, trasparência e oportuniza igualdade de direitos a todos, e éssencialmente garante o Estado de mocrático de direto e rompe com as relações de compadrios que há séculos apoderessem o Estado. Parabéns Blogueiro, passei em 5 concursos públicos, isso chama-se meritocracia sem apadrinhamentos.

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Meu twitter

Contador do Diário

  • 304,682

%d blogueiros gostam disto: