Privataria tucana: o retorno?

janeiro 18, 2012 at 1:25 am Deixe um comentário

As empresas públicas paraenses normalmente são rentáveis. O fato é que os políticos paraenses é que normalmente são muito corruptos e se deixam levar barato, sem nenhuma solidariedade ou compromisso com o povo a qual eles representam. Esse é um fato peculiar que decorre da ingenuidade da grande maioria dos eleitores; cuja inocência cabocla fica evidente a cada eleição ou plebiscito.

Acreditem, em certos processos, quem mais perde é a sociedade.

Portanto, decorre daí a ingerência covarde dos interesses estrangeiros. Afinal, sucatear o patrimônio estadual paraense, com a derrota de todo o longo esforço de consagração do capital intelectual ali existente, já faz parte do jogo empresarial nas disputas dos Estados da Federação Brasileira na controversa ascensão dos interesses regionais, pelo mundo afora.

Formação educacional, capacitação, especialização e todo um conjunto de identidade técnico-administrativa são, nos controversos processos de privatização, reduzidos naqueles ambientes deploráveis de humilhações e preconceitos; os quais normalmente resultam no empobrecimento humano frente à arrogância administrativa e a ganância de alguns. Esse é um fato inquestionável visto que já fora exposto por ilustres economistas; como John Kennedy Galbraith na sua obra: O Novo Estado Industrial.

Portanto, se as minhas palavras pudessem intervir de alguma maneira em favor da identidade dos servidores públicos do funcionalismo estatal paraense, eu diria que essa onda de privatizações merece o consagrado título de “privataria”. Afinal, políticos são eleitos para mandatos burocráticos de períodos exíguos quando comparados com o tempo necessário para a capacitação profissional, exigida para certos ambientes tecnológicos especializados.

Então, acho que é uma questão não somente religiosa: eu não desejo para outros paraenses o “inferno” pelo qual ainda estou passando, desde que fui demitido pela Rede Energia, logo após a privatização da CELPA S/A. Naquela ocasião, estava doente e tinha passado por uma internação hospitalar grave. Dito de outra forma, eu não desejo a nenhum paraense, que trabalha honestamente, este momento de degradação social; e tudo por uns míseros ganhos financeiros de certos grupos oportunistas, e que veem aqui em busca do lucro fácil.

José Bentes – Leitor do blogue

Anúncios

Entry filed under: Sem categoria.

Obvio ululante O Ceará é aqui!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


janeiro 2012
S T Q Q S S D
« dez   fev »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  

Meu twitter

Contador do Diário

  • 303,884

%d blogueiros gostam disto: