A hora e a vez da Professora Mexeriqueira

dezembro 8, 2011 at 2:33 am 2 comentários

Hellôôô blogueiro,afinal você é um cara que cumpre a palavra ou não?

 Disse que iria mostrar no seu blogue toda produção da agricultura “muito familiar” que chega nas escolas públicas,cadê a matéria?

Até agora só postou sobre aquela banana nanica necrosada, que virou motivo de piadas nas escolas, pois a dita cuja chegou justamente no dia seguinte após o término da greve dos professores(as).

Pagamos o maior mico, pois o que mais se dizia, no pós-greve, era que o desgoverno tucano havia mandado dar um banana para nós educadores, ao invés de pagar o piso salarial nacional!

Você está sabendo da nova badalação e bajulação que anda circulando na mídia?

Li no pravda amarelo ( cortesia de uma VAN Sideral-Castanheira) que nossos alunos irão se deleitar com as mais deliciosas mexericas, cultivadas em solos férteis e dentro dos mais altos padrões de exportação e de exigências da SEDUC.

Blogueiro, por favor, você tem informações sobre esse assunto?

Então cumpra sua palavra!

Eu estou interessada, pois aprecio o sabor da mexerica, ainda mais que não é muito calórica (não engorda) possui um bom efeito diurético que faz a gente perder peso, sendo boa também para o funcionamento do sistema digestivo…Uma maravilha! Para nossos alunos, é claro, já que os educadores podem fazer lanchinhos com seus próprios recursos!

Abraços,

 Professora Mexeriqueira.

 _____________________________________

Comentário do blogueiro:

 Professora foi você que pediu. Eis aí as mexericas:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Anúncios

Entry filed under: Sem categoria.

Obituário Um excelente final de semana

2 Comentários Add your own

  • 1. carlos Alberto Rodrigues  |  dezembro 8, 2011 às 5:41 pm

    Professor, essas tangerinas estão horríveis, todas mofas.
    Essa gente da secretaria de educação pensa que somos porcos prá comer babuge.
    Eles que mandem os filhos deles comerem.

    Responder
  • 2. Anônimo  |  dezembro 10, 2011 às 2:16 am

    É que elas não têm agrotóxico!
    Podem até ser saúdáveis, mas são também intragáveis ou chuppáveis. São tão azedas, que são de entortar o chifre de quem tem, é claro!

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


dezembro 2011
S T Q Q S S D
« nov   jan »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

Meu twitter

Contador do Diário

  • 303,454

%d blogueiros gostam disto: