A hora e a vez da Deputada

novembro 9, 2011 at 1:35 pm 5 comentários

Trecho do pronunciamento da Deputada e professora Bernadete Ten Caten:

 “Por outro lado, Nobres Deputados e Deputadas, ao contrário do que deveria ser feito, o Governo do Estado insisti em não realizar o pagamento do Piso definido em Lei sob o argumento de insuficiência de saldo financeiro para cobrir as despesas decorrente de tais ajustes que devem ser feitos, e que precisaria para arcar com o pagamento do Piso uma complementação nos recursos do FUNDEB da União Federal de R$ 70 milhões ainda este ano, o que não podemos aceitar, pois segundo informações do Ministério da Educação, o Estado do Pará recebeu recursos do FUNDEB em caráter suplementar em 2011 um montante de de 1 bilhão e Oitocentos e Quarenta e Três Milhões de reais.

 Igualmente, destaco que caso o Governo queira cumprir a Lei 11.738/2008 e pague o piso retroativo a janeiro, a folha salarial do magistério consumirá 75,6% do recurso mínimo constitucional obrigatório para aplicação em manutenção e desenvolvimento do ensino. De outra forma, caso o governo Estadual pague o piso a partir de setembro e negocie o retroativo para depois, este impacto na folha cairia para 68,7%. Portanto, de nenhuma forma o pagamento do piso coloca em risco o equilíbrio fiscal do Estado, pois até agosto o gasto com pessoal era de apenas 43;6%, ainda longe dos 49% que é o limite máximo estabelecido pela Lei de Responsabilidade Fiscal.

 Sendo assim, considerando o exposto acima o Estado do Pará pode acrescer recursos próprios do tesouro estadual para pagar o piso sem que isso provocasse desequilíbrio fiscal.

 Ressalto ainda Excelência, que o Estado do Pará é um dos poucos Estados que ainda não está pagando a seus professores o Piso Nacional definido em Lei. Igualmente 80% de nossas Prefeituras já pagam o valor definido em Lei para os seus professores.”

Cara deputada é verdade tudo que você diz. Não é que o blogueiro descobriu que até o famigerado DUDU, o rei da lábia e da pirotecnia paga o piso.

Veja o contracheque que um professor enviou para o blogueiro:

 Aliás, vocês sabem quem foi que trocou a conta dos funcionários da Prefeitura  do Banco do Brasil para o Itaú.?

Hum! Mas isso é assunto pra depois da greve!!!

O blogueiro recebeu e registra a nota do Partido dos Trabalhadores de apoio a greve dos professores(as) paraenses. Ao contrário do Pravda Amarelo ele não precisa esconder sua opção partidária com medo de perder leitores(as).

 Leia a nota:

 NOTA DA PRESIDÊNCIA DO PARTIDO DOS TRABALHADORES SOBRE A GREVE DOS PROFESSORES DA REDE PÚBLICA DE ENSINO

Neste momento em que a greve dos trabalhadores da educação publica ultrapassa um mês e é decretada ilegal por um magistrado, é necessário que o Governo do Estado e o Sindicato da categoria cheguem a uma solução política para o problema. A criminalização do movimento social abre um precedente ruim para a democracia. Além disso, seu prolongamento traz grave prejuízo aos estudantes, que sofrem cotidianamente com as fragilidades da educação pública, e tem seu direito à educação limitado.

Queremos lembrar à sociedade que o projeto do Plano de Cargos, Carreiras e Remuneração – PCCR – dos trabalhadores em educação pública no Pará foi definido em 2008, sob o governo petista de Ana Júlia. Esta conquista histórica da categoria foi alcançada com muita luta e debate democrático entre o Governo do Estado e os trabalhadores.

O PCCR dos trabalhadores em educação é referendado pelo Plano Nacional de Educação, com suporte de recursos do Fundeb para sua aplicação. Ou seja, além de ser uma normatização federal, há recursos suficientes para o governo tucano de Simão Jatene aplicar o piso nacional da categoria e o PCCR. Falta, porém, disposição democrática para negociar com os trabalhadores e vontade política para promover educação pública de qualidade no Estado do Pará.

Por isso, o Partido dos Trabalhadores reafirma sua posição de defesa dos movimentos sociais e dos direitos da classe trabalhadora. Nesse sentido, declaramos nosso apoio incondicional à luta dos trabalhadores e trabalhadoras em educação pública no Estado do Pará, por salários decentes e condições dignas de trabalho.

Anúncios

Entry filed under: Sem categoria.

Ainda sobre Canudos Imagem do dia:

5 Comentários Add your own

  • 1. Anônimo  |  novembro 9, 2011 às 2:25 pm

    É verdade que nós professores de Belém, ganhamos um pouquinho acima do Piso Nacional, mas não é mérito do Nefasto. Ao contrário temos sofrido um achatamento salarial nos últimos anos do governo do Oftalmologista. Os professores da rede municipal de Belém, já chegaram a ganhar quase o dobro do salário pago na rede estadual.

    Responder
  • 2. Anônimo  |  novembro 9, 2011 às 6:12 pm

    Pode ter certeza que se o salário do professor de Belém já não atingisse o teto do piso nacional e se dependesse do Duciomal, teríamos que fazer mais de uma greve, enqaunto essa desgraça só quer saber de aterrar rio há quase 6 anos, sem sair do lugar.

    Responder
  • 3. Lady Pedrita  |  novembro 10, 2011 às 1:04 pm

    Sinto no meu corpo
    A dor que angustia
    A lei ao meu redor
    A lei que eu não queria…

    Estado Violência
    Estado Hipocrisia
    A lei não é minha
    A lei que eu não queria…

    Meu corpo não é meu
    Meu coração é teu
    Atrás de portas frias
    O homem está só…

    Homem em silêncio
    Homem na prisão
    Homem no escuro
    Futuro da nação
    Homem em silêncio
    Homem na prisão
    Homem no escuro
    Futuro da nação…

    Estado Violência
    Deixem-me querer
    Estado Violência
    Deixem-me pensar
    Estado Violência
    Deixem-me sentir
    Estado Violência
    Deixem-me em paz.

    Estado Violência – Titãs

    Responder
  • 4. Marcelo Carvalho  |  novembro 10, 2011 às 5:28 pm

    O argumento do governo para não pagar o Piso, é de que não havia recursos no orçamento do estado e que o atual governo trabalha com o orçamento da gestão passada.

    Então pergunto: havia recurso (PREVISTO) no orçamento da SESPA para a compra superfaturada daquele hospital infantil?

    Se pode remanejar pra comprar hospital, pode também pra pagar o Piso!

    Marcelo Carvalho

    Responder
  • 5. anonimo  |  novembro 15, 2011 às 2:33 am

    Não tenho certeza mais creio que quem nos vendeu (sou funcionaria municipal há 20 anos) para o itaú foi o prefeito da epoca Edmilson Rodrigues para conseguir dinheiro para campanha eleitoral que se aproximava…

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


novembro 2011
S T Q Q S S D
« out   dez »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  

Meu twitter

Contador do Diário

  • 303,454

%d blogueiros gostam disto: