Leitura do dia

outubro 25, 2011 at 3:42 pm Deixe um comentário

O blogueiro está lendo, mas não recomenda a ninguém, As Reflexões Sobre a Constituição e as Garantias.

Acho que Obama e os membros do CNT da Líbia detestariam.

Na leitura do livro encontrei uma reflexão de Benjamin Constant que dedico aqueles(as) que desejem entender porque até o momento o governo tucano não implantou o PCCR ou sequer se interessou em pagar o Piso Salarial Nacional dos professores(as).

Leia a profundidade e atualidade para os Trabalhadores de Educação do pensamento do viciado em jogo, gigolô e grande pensador Benjamin Costant:

 “Nem um poder executa com zelo uma lei que desaprova. Cada obstáculo é naturalmente, para ele, um secreto triunfo”.

Recomendo, ainda, a leitura do texto Xeque-Mate do Professor Marcelo Carvalho, que corrobora informações de fontes  em Brasília que o MEC, possivelmente, não irá complementar o Piso Salarial dos Professores Paraenses.

Saiba os motivos:

A luta pelos números foi vencida pelos professores. O SINTEPP apresenta provas contundentes de que o governo do estado tem condições financeiras para pagar o Piso e com retroatividade a janeiro.

Cai mais uma tese do governo: a de que precisaria de ajuda do Governo Federal para cumprir a Lei do Piso.

A outra tese governamental sobre o adiantamento dos 30%, os famigerados R$24,90, já havia caído, ou melhor, nasceu morta, ninguém a comprou.

Cada vez mais o governo fica sem discurso, fica isolado e está sofrendo uma derrota em um campo que se considerava imbatível: o domínio técnico do orçamento estadual.

Politicamente o governo já perdeu, pois mesmo pagando pelo apoio da mídia conservadora não conseguiu derrotar a greve, ela continua e está cada dia mais forte.

Agora é provar perante o Juiz Elder Lisboa que a greve não é abusiva, não é ilegal e que os professores têm amparos jurídicos e técnicos para exigirem o pagamento do Piso.

Ao governo cabe uma única alternativa: reconhecer e pagar o piso. É a única saída, a mais honrosa!

Negar as evidências técnicas, protelar o pagamento do piso, ameaçar os professores, impor descontos pelos dias parados causará a radicalização do movimento e uma fatura política cara ao governo.

É hora do governo reconhecer o xeque-mate!

Marcelo Carvalho

Imagem: Wikipedia

Anúncios

Entry filed under: Sem categoria.

A hora e a vez da leitora Eu sou a favor dessa ideia e você?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


outubro 2011
S T Q Q S S D
« set   nov »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

Meu twitter

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

Contador do Diário

  • 303,430

%d blogueiros gostam disto: