Paradoxo das consequências

setembro 28, 2011 at 10:20 pm 3 comentários

O comando de greve eclético, quase ecumênico, do Diário de um educador reuniu-se para avaliar as primeiras 48h de greve dos trabalhadores da educação.

Os decanos do movimento concluíram que Nilson Pinto e sua assessoria política cometeram um equivoco gravíssimo para alguém que tem nas costas anos e anos de militância politica.

O vídeo pago veiculado nos principais meios de comunicação, onde Nilson com cara de anjo e voz de querubim diz que o governo Jatene implantou o PCCR e está pagando o piso salarial nacional, não considerou o que Max Weber definiu como “paradoxo das consequencias”, ou seja, teve resultado inesperado e funcionou como um bumerangue.

 Os analistas reunidos na redação do blogue, enquanto saboreavam um excelente suco de abacaxi com hortelã, concluíram: O secretário tucano atirou mais gasolina na fogueira da greve com o aloprado vídeo quando o movimento estava ainda em seu nascedouro.

 Pelo jeito, Nilson Pinto nunca jogou xadrez!!!!!!

Imagem: Google

Anúncios

Entry filed under: Sem categoria.

Pegando fogo A menina virou uma mulher de luta!!!

3 Comentários Add your own

  • 1. Virna  |  setembro 28, 2011 às 10:33 pm

    Eu acho isso uma palhaçada como aluna da rede publica milhões de alunos sem aula em pleno calendario de prova

    Responder
    • 2. Lígia Cavalcante  |  setembro 29, 2011 às 3:51 pm

      Hoje sou professora, mas um dia fui aluna de escola pública.

      É importante esclarecer aos alunos, pais, a mídia e a sociedade em geral que nós professores não queremos aumento de salários e sim o cumprimento de uma lei. Queremos a valorização da carreira do professor, melhorias na educação que beneficiem aos alunos.

      A responsabilidade pela falta de aulas nas escolas não é do professor e sim de governantes, políticos que deveriam está presos, se vivessemos num pais sério, por não cumprir a lei.

      Responder
  • 3. Lígia Cavalcante  |  setembro 29, 2011 às 2:33 pm

    Olá tio! Aqui é a sua sobrinha “professorinha”.
    Estamos em greve aqui no Estado do Ceará há 56 dias, nesse momento os professores ocupam a Assembleia Legislativa do Estado do Ceará, para onde o governador coronel Cid Gomes enviou uma proposta, de forma arbitrária, sem aprovação da categoria, que desvaloriza a carreira do professor. Temos o 5º pior salário do Brasil. Lutamos pela implantação do piso e sua repercussão no nosso plano de cargos e carreiras. O governador mandou o batalhão do choque nos retirar da AL. Fico me perguntando quando a educação será valorizada nesse país.
    Um abraço!
    “Unidos somos fortes”!

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


setembro 2011
S T Q Q S S D
« ago   out »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

Meu twitter

Contador do Diário

  • 304,883

%d blogueiros gostam disto: