Archive for maio, 2011

A CPI da ALEPA e ocaso tucano-peemedebista

A carta do ex-marido de Daura Hage, publicada por um veículo de comunicação neste domingo, demonstra a maneira sórdida como operava o esquema de corrupção na ALEPA.

Revela, ainda, o nome e sobrenome de um dos seus principais operadores, o Senador Mário Couto do partido da Social Democracia Brasileira (PSDB), eminência parda do governador Simão Jatene.

A carta-bomba revela como operava o esquema criado pelos tucanos paraenses na Assembleia Legislativa, esquema que foi levado as últimas consequências pelos ex-presidente Domingos Juvenil, sócio de legenda do ex-governador Jader Barbalho.

O documento revelador indica o final que terá a aliança tucana-peemedebista que governa o Pará, que pelo andar das investigações (ainda vamos ver passar muita água por baixo dessa ponte) deve sucumbir e morrer semelhante a dois náufragos abandonados no meio de um mar de lama.

Aliás, qualquer leitor mais atento deve inferir que a missiva tivesse vindo à tona durante o processo eleitoral de 2010, o resultado das eleições teria sido outro bem diferente. O tucanos estariam completamente nus e sua majestade, o desgovernador de pé de barro jamais seria guindado a situação de governador de milhões de paraenses.

O sistema de arrecadação na ALEPA, segundo as revelações da carta redigida pelo ex-marido de Daura Hage, funcionava com base em chantagens, fraudes, extorsões e, inclusive, ameaças de eliminação física dos participantes que não conseguissem se manter fiel aquele sistema de arrecadação que alimentava as ambições pessoais e as campanhas políticas eleitorais.

Em determinado trecho, José Carlos Rodrigues, ameaça entregar o esquema caso sua ex-esposa não pague as dívidas com a Receita Federal da Empresa de Tapioca que administrava.

Então, Rodrigues ameaça:

Pede pro principal beneficiário o teu senador ou vende um dos teus patrimônios e resolve até dia 20/05.”

Rodrigues acaba revelando que o chefe da quadrilha que operava o esquema de corrupção na ALEPA era o senador tucano Mário Couto, como todo cidadão poderia intuir, a julgar pelo prontuário que exibe o ex-bicheiro.

Em outro trecho o autor da missiva nomeia os demais participantes do esquema que assaltavam o dinheiro público na ALEPA. Cita o nome da Deputada Cilene Couto, Rosa Hage e Júnior Hage, atual Secretário de Estado, Trabalho, Emprego e Renda (SETER).

As revelações da carta- bomba joga mais lama na Assembleia Legislativa e tira o véu das reais razões que fazem o PSDB e PMDB se oporem de forma tão contundente a instalação da CPI da corrupção naquela Casa de Leis.

Os dois partidos são os malfeitores que articularam o esquema que sangrava os cofres públicos e seus principais beneficiários.

Semelhante a dois irmãos siameses, inseparáveis parceiros tentando barrar qualquer investigação na Assembleia Legislativa, correm o risco de serem reduzidos a pó nas eleições que se aproximam.

Quanto à citação na tal carta do blogue do Barata, uma lição deve ser aprendida pelos juízes de nosso estado.

A blogosfera é o pesadelo dos corruptos e ladrões do dinheiro público. A censura, quase sempre, está à serviço dos malfeitores, dos assaltantes do erário, daqueles que devem e temem.

Recomendo às juízas que censuraram aquele blogue que cometam o haraquiri.

O haraquiri é um dos mais intrigantes e fascinantes aspectos do código de honra do samurai e consiste na obrigação ou dever do samurai em suicidar-se em determinadas situações, ou quando julga ter perdido a sua honra.

O que se esperar da toga que rasga a Constituição Federal?

Leia a carta _ Parte 1

Leia a carta _ Parte 2

Imagem: Google

Carta: Pravda Amarelo

Anúncios

maio 29, 2011 at 2:26 am 5 comentários

A longa marcha…

Há tempos que o blogueiro não participava de manifestação tão pujante.

Lembrou de seus tempos de juventude quando andava com uma calça surrada jeans, uma sacolinha verde e uma boina de Che Guevara.

Era conhecido pelos seus companheiros de partido pela habilidade em atirar com estilingue petecas nos vidros do Itaú e do Bradesco.

Largou sua academia. Esqueceu do blogue. Deixou o Sr. e a Sra Fox sem o banho semanal e foi hoje de manhã à Marcha pela Família, Tradição e Propriedade (privada dos meios de produção).

Tinha gente pra todo gosto.

E que gosto!

Muitos interesses conflitantes, contudo convergentes no essencial: A necessidade de passar a limpo a bandalheira que grassa no poder legislativo paraense por meio da CPI da ALEPA.

Então o blogueiro, já em casa tomando uns gorós com churrasco de repolho (pra quem não sabe o redator do blogue é vegano), fez as seguintes reflexões:

Tucanos e peemedebistas estão sangrando (e muito!);

Se não nos entregarem três cabeças (e não vale a da bela Mônica e nem da fera Robgol) a hemorragia não cessará e impactará as eleições do ano que vem;

Jordy, mesmo não tendo comparecido, já percebeu isso e mandou alguns tímidos e amarelados militantes ao ato;

Nenhuma organização partidária monopolizou o evento e nem teria condições de isoladamente realizá-lo. Os militantes do PSOL cabem numa kombi. Os do PT num ônibus. Ponto pra OAB que emprestou credibilidade ao evento;

Como o camarada Rominho estava presente e liderando o mais elegante dos carros de som da passeata, Jatene terá que escolher o seu lado: Pravda amarelo ou ORM;

O PT tem amplas condições de ir para o segundo turno


Rejeição derruba candidatos. Disso nós petistas sabemos bem. Somos especialistas.

 Veja a imagem e tire as suas conclusões:


Imagem: Arquivo Pessoal

Veja o vídeo produzido pelo professor Sanches. Aqui

maio 28, 2011 at 5:43 pm 2 comentários

Frase do dia:

O blogueiro que já foi marxista, maoista, castrista, agora endireitou-se. Vocês sabem bem como é: Inimigo do meu inimigo é meu amigo.

Então, amanhã (sábado, 28) irei à Marcha da Família, pela Tradição, Propriedade e contra a corrupção na ALEPA, a partir das 09h em frente à OAB.

Convido a tod@s @s leitores a passarem por lá.

maio 27, 2011 at 12:43 pm 2 comentários

Vida

Vida eu sei que sou feliz.

Feliz por saber que o meu ex aluno está na universidade.

Que não esqueceu as lições que aprendemos juntos.

Que os velhos compromissos não foram esquecidos.

E agora ele compartilha conhecimentos com outros alunos(as) da Escola Helena Guilhon.

Que bom que Fiterlinge voltou pra mudar a vida de tantos outros meninos que um dia também voltarão a escola pública!

Um dia todos eles irão repetir estes velhos e esquecidos versos:

Vida estufa a veia

E pulsa, pulsa, pulsa,

Pulsa, pulsa mais

Mais, quero mais

Nem que todos os barcos

Recolham ao cais

Que os faróis da costeira

Me lancem sinais

Arranca, vida

Estufa, vela

Me leva, leva longe

Longe, leva mais.


Tenham um abençoado final de Semana

maio 27, 2011 at 2:36 am Deixe um comentário

Editorial

Aviso vermelho: a tempestade perfeita

O mal nunca vem só nos ensinam os meteorologistas.

Esta lição deveria ser aprendida pelos atuais dirigentes da SEDUC. Deveriam também aprender que quando todas as coisas acontecem ao mesmo tempo, quando todos os acontecimentos apontam para uma crise profunda, não se pode responder a essa realidade com performances midiáticas ou espetáculos pirotécnicos.

A crise se fez carne. Refiro-me a crise de segurança que atravessam as escolas públicas da rede estadual de ensino, que ameaça se transformar em uma tempestade perfeita e que a SEDUC prefere ignorar ou tratar com ações bisonhas, desconectas, que evidenciam seu desconhecimento da realidade e seu total afastamento das unidades escolares que deveriam gerenciar.

Uma hora o atual Secretário anuncia um “plano de segurança” que não foi debatido com ninguém, e declara que as escolas passarão a controlar o acesso da população. Afirma que será exigido o crachá para acessar as nossas escolas e que os atendimentos passarão a ser agendados pelas unidades de ensino.

Nenhuma das ações prometidas foi implantada nas escolas da rede estadual. E ninguém perdeu absolutamente nada!

Outra hora Nilson Pinto declara que vai resolver o problema da violência nas escolas exigindo o uso de carteirinhas ou implementando projetos de lideranças estudantis para combater a grave crise de insegurança que se instalou em nossos estabelecimentos de ensino.

O problema é que “ninguém deita remendo de pano novo em vestido velho, porque semelhante remendo rompe o vestido, e faz-se maior a rotura.” Mateus 9:16.

Nilson Pinto parece viver num mundo próprio, numa espécie de autismo, insiste enxergar o micro mundo das escolas pela visão distorcida da tecnocracia seduquiana ou pela ótica dos bajuladores(as), que no afã de obter favores passam a descrever para o Secretário de plantão uma escola que só existe no mundo das ideias.

Seus assessores parecem passar o dia todo discutindo se o ovo precedeu a galinha

O problema é que esse mundo perfeito, A Cidade do Sol de Campanella, está sujeito a corrosão do tempo.

Enquanto o Secretário de Educação vai vivendo com sua matrix, seu mundo virtual, nossas escolas passam a ser “controladas” pelo tráfico, que adota uma estratégia agressiva de criação de um mercado consumidor de drogas em seu interior.

Muitos de nossos alunos(as) são recrutados para trabalhar nesse empreendimento. São escolhidos a dedo pelos agentes do tráfico, que os selecionam com base em critérios estéticos, levando em conta a sua capacidade de liderança e de influenciar os demais alunos(as).

Isto explicaria porque o tráfico cresceu tanto em sua influência em nossas escolas nos últimos meses.

No micro mundo das escolas alguns acontecimentos prenunciam a tempestade perfeita.

Na escola onde trabalho dois assaltantes roubaram uma professora que ministrava um curso no laboratório multidisciplinar.

Fatos semelhantes aconteceram nas Escolas Rainha da Paz, Oneide Tavares e Nossa Senhora do Guadalupe.

Há relatos em muitas escolas de episódios de violência e denúncias que alunos(as) traficam drogas no interior dos estabelecimentos.

As equipes técnicas das escolas já não conseguem atender tantos registros de indisciplina. Estão sobrecarregadas e não conseguem cuidar dos projetos pedagógicos das escolas.

Diante dessa grave situação a Secretaria de Educação deveria tratar o tema com a prioridade necessária e discutir um plano de combate a violência com a sociedade civil organizada.

Nada de pirotecnia e superficialidade!

Se nada for feito, em agosto a tempestade perfeita será realidade!

maio 26, 2011 at 1:07 pm 1 comentário

Morte e Vida Extrativista

Dedicado a José Cláudio Ribeiro da Silva e Maria do Espirito Santo

Esta cova em que estás, com palmos medida

É a conta menor que tiraste em vida

É de bom tamanho, nem largo, nem fundo

É a parte que te cabe deste assentamento

Não é cova grande, é cova medida

É a terra que querias ver protegida

É uma cova grande pro casal defunto

Mas estarás mais unido a tua Maria

do que já estavas no mundo

É uma cova grande pra tão pouco defunto

Porém é mais seguro do que te sentias no mundo

É uma cova grande pra tão pouca carne

Mas à floresta dada não se abre a boca

É a conta menor que tiraste em vida

É a parte que te cabe deste assentamento

(É a terra que querias ver protegida)

Estarás mais bem guardado que estavas no mundo

Os que te mataram e seus mandantes

não conseguiram calar a tua boca

em tua cova ampla

estarás mais falante

do que estavas em vida!

Adaptação da Composição : Chico Buarque sobre poema de João Cabral de Mello Neto

Imagens: Google

maio 25, 2011 at 7:46 am 2 comentários

Pensamento:

Ontem à noite, a hóspede partiu. Voltou para sua casa.

O blogueiro ficou com a sensação que sua filha havia partido mais uma vez!!!

maio 24, 2011 at 3:09 pm 2 comentários

Posts antigos Posts mais recentes


Meu twitter

Contador do Diário

  • 305,175